TOPO

“O que fazer em Nazaré, Portugal: o destino das ondas gigantes”

Quem já ouviu falar do destino das ondas gigantes deve estar curioso para saber o que fazer em um roteiro em Nazaré. Mas não se engane: a cidade não é apenas para apaixonados por ondas!

Na verdade, Nazaré uma ótima parada para quem está passando por vários destinos portugueses. No meu caso, fui de Coimbra para Nazaré em poucas horas, mas você também pode ir fácil a partir de Lisboa e ainda incluir Óbidos no roteiro.

Entre as atrações, há belas paisagens como a do Miradouro do Suberco, seja no verão ou inverno. Confira no post as nossas dicas de o que fazer e como planejar o seu roteiro em Nazaré, Portugal!


Planejando uma viagem para Portugal? Não esqueça de contratar o seu seguro viagem obrigatório! Faça uma cotação com as melhores seguradoras através da Seguros Promo e use o cupom VIAJAQUEPASSA5 para receber 5% de desconto.


ONDE FICA NAZARÉ

No Distrito de Leiria, Nazaré é um pequeno município de pouco mais de 15 mil habitantes e fica na costa da região central de Portugal. Está a apenas 122 km de distância de Lisboa e a 214 km do Porto.  Confira onde fica Nazaré no mapa:

MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER NAZARÉ

É claro que um destino de praias é mais atrativo no verão, que no hemisfério norte acontece entre junho e setembro. Porém, você também pode visitar Nazaré em outras épocas do ano, principalmente porque o frio em Portugal não é muito rigoroso.

E, se o foco são as ondas gigantes, saiba que elas acontecem entre o outono e o inverno. Claro que você vai precisar de um pouco de sorte, afinal há muitos fatores que influenciam nas ondas, mas o período entre outubro e março costuma ser a melhor época.

Já a primavera é uma boa estação para quem busca fugir um pouco da movimentação intensa do verão e ao mesmo tempo aproveitar boas temperaturas. A partir de abril você também evita a chuvarada e pode aproveitar dias agradáveis.

Uma dica interessante é que o carnaval de Nazaré é bem famoso e acontecem várias festas por toda a cidade. Então, pode ser uma época animada para a visita!

COMO CHEGAR E SE LOCOMOVER EM NAZARÉ

Você pode chegar a Nazaré de ônibus pela Rede Expresso partindo de Lisboa ou Porto, mas para ser sincera essa não é a melhor opção.  Nem tudo se resume a praia e visitar de ônibus pode limitar um pouco o roteiro em Nazaré, principalmente pra quem fica só 1 dia na cidade.

Porém, se essa for a única opção, na cidade existe o Elevador de Nazaré. Ele liga o Sítio de Nazaré (bairro alto da cidade) à região central (praia) e custa 1,10 euros. É comum se hospedar no Sítio de Nazaré por causa dos valores, então vai ser difícil chegar caminhando à praia.

Como eu falei, usar o transporte público em Nazaré acaba não sendo a melhor opção. O ideal é alugar um carro ao visitar a cidade, pois assim será possível aproveitar melhor os seus pontos turísticos. 

De carro, a viagem dura cerca de 1:30h pra quem parte de Lisboa e 2h pra quem sai do Porto.

Para comparar os preços das locadores e fazer reservas de carro na Europa, a nossa recomendação é a Rental Cars, que além de confiável também costuma apresentar as melhores tarifas.

E, caso você esteja de carro, uma dica legal entre Coimbra e Nazaré é passar por Óbitos. A visita é rápida e super indicada!

QUANTO TEMPO FICAR

Essa resposta vai depender bastante do seu interesse em Nazaré. No meu caso, que não pretendia fazer nada de especial, o roteiro de 1 dia em Nazaré foi suficiente.

Porém, é claro que quem quer curtir a praia no verão ou assistir a uma competição durante a temporada de ondas gigantes deve estender a estadia.

De qualquer forma, recomendo reservar pelo menos 1 dia inteiro na cidade. Em 1 dia dá pra ver tudo? É muito difícil, mas é possível mapear os principais pontos, conhecer o charmoso centro e botar os pés na areia!

ONDE FICAR EM NAZARÉ

Foto: Jan vT via Unsplash

Como a cidade recebe muitos turistas e profissionais do surf durante as competições, há boas opções de hospedagem em Nazaré.

As ondas gigantes acontecem entre outubro e março, no máximo até abril. Então nesse período é comum os hotéis ficarem cheios de surfistas. Já no verão o clima é mais pra quem vai aproveitar o sol, mas como é alta temporada em toda a Europa, o valor das diárias fica mais alto – especialmente em julho e agosto.

Felizmente, há opções para todos os bolsos em Nazaré.

Quanto à localização, a experiência de se hospedar perto da praia é incrível! Mas muitas pessoas também optam pelo Sítio de Nazaré, nos arredores do Miradouro do Suberco. As opções nessa parte alta da cidade costumam ser mais econômicas, mas são mais recomendadas para quem está de carro.

Confira três opções que separei e vão de econômicas até 4 estrelas:

Casa do Mar: o clima é bem caseiro e possui jardim, terraço, quartos bem equipados e cozinha compartilhada. Fica a apenas 400 metros da Praia de Nazaré e aceita pets.

Hotel Oceano: à beira-mar e no centro de Nazaré, tem um bom custo-benefício em razão da excelente localização. Também possui um restaurante com pratos típicos e preços bem acessíveis.

Hotel Miramar Sul: com serviço 4 estrelas e duas piscinas, esse hotel tem vista para o oceano, restaurante, bar e estacionamento privado. É ótimo para quem procura conforto e quer fugir da agitação turística.

O QUE FAZER EM NAZARÉ

Centro histórico do Sítio de Nazaré

Santuário de Nossa Senhora da Nazaré no Sítio de Nazaré em Portugal

Foto: Getty Images

Um dos pontos turísticos mais importantes é a parte alta da cidade, chamada de Sítio de Nazaré. Essa é a zona histórica, por isso não pode faltar no seu roteiro em Nazaré.

Aliás, para quem é católico, essa região recebe a visita de muitos peregrinos devido às aparições de Nossa Senhora de Nazaré e à igreja na praça principal. É também nessa zona da cidade que ficam vários pontos que vou falar a seguir, por isso você já pode visitar todos de uma vez só.

Miradouro do Suberco

Miradouro do Suberco

Foto: Getty Images

O Miradouro do Suberco fica bem próximo da praça central do Sítio de Nazaré, então é bem fácil de encontrar. Ele é um dos pontos mais visitados (e fotografados) da cidade e tem uma incrível vista panorâmica da costa.

Forte de São Miguel Arcanjo

Forte de São Miguel Arcanjo em Nazaré, Portugal

Foto: Getty Images

No seu roteiro em Nazaré não pode faltar uma passagem pelo Forte de São Miguel Arcanjo, também conhecido como Forte do Morro de Nazaré. Além da bela vista proporcionada pelo forte, também há um museu onde é possível entender mais sobre a região e as suas ondas.

Quem é fã de surf vai gostar bastante da visita, pois há um espaço em homenagem a grandes surfistas que passaram por ali. Entre eles estão alguns brasileiros de destaque.

Praia do Norte

Ondas gigantes na Praia do Norte em Nazaré

Foto: Getty Images

Entre as praias da região, essa é a maior para se visitar e “casa” das competições mundiais de surf. Ela é muito procurada pelos praticantes desse esporte e também de windsurf, pois o vento forma ótimas ondas. 

Na entrada da Praia do Norte há uma placa com a inscrição: “Bem-vindo às maiores ondas do mundo”. Ali você já entende onde está chegando e a fama de Nazaré.

Mas como a faixa de areia é bastante extensa, você também pode ir à Praia do Norte só pra pegar um sol, fazer uma caminhada ou assistir ao espetáculo dos profissionais.

Praia de Nazaré

Praia de Nazaré, Portugal

Foto: Getty Images

A Praia de Nazaré não é a mesma do Norte e é importante você não confundir! Em geral, a Praia do Norte é para quem ama surf ou vai acompanhar as competições anuais. Já a Praia de Nazaré é a praia central, com calçadão, hotéis e restaurantes à beira-mar.

Sem dúvida a visita vale a pena, e há por ali vários esportes para praticar também. É a praia ideal para quem vai no verão, por exemplo, pois também é extensa e fica super animada.

ONDE COMER

Um dos melhores programas para incluir no roteiro em Nazaré é experimentar a culinária local! Exceto para quem não é fã de frutos do mar, a cidade tem restaurantes ótimos e com pratos típicos.

Um exemplo é o restaurante A Tasquinha, na Rua Adrião Batalha, nº 54. Além do nome bem português, o local serve camarão, ostras, bacalhau, lulas e muitos outros pratos. As porções são bem servidas e por vezes até para dois.

Outra dica bem localizada é o Taverna do 8 ó 80, na Av. Manuel Remígio – Edifício Atlântico. Além dos pratos mais típicos da região, há também hambúrguer e um menu de vinhos.

Já quem quer almoçar com uma vista única, pode visitar o Pangeia, na Rua Abel da Silva, nº 50. Ele tem preços um pouco mais altos, mas vale a pena pelo atendimento e a qualidade da comida!

Por que visitar Nazaré?

Digamos que você não é tão amante de praia, assim como eu, então por que visitar Nazaré?

A cidade tem um clima super acolhedor, vistas panorâmicas incríveis e uma culinária única. Além disso, Nazaré pode servir como “cidade base” para você se hospedar.

Além de Óbidos, que citei mais acima, você também pode aproveitar para conhecer outras zonas ao redor. Pesquise mais sobre Alcobaça e Batalha, que são encantadoras! Assim, além de Nazaré, você conhecerá muito mais sobre Portugal!

Tags:   

«
»