TOPO

“Roteiro em Lisboa para 3, 4 ou 5 dias (com mapa)”

Uma visita à capital portuguesa é sempre incrível, mas fazer uma boa programação te fará aproveitar ainda mais o destino! Pensando nisso, preparamos um roteiro em Lisboa super completo e otimizado para quem vai passar 3, 4 ou 5 dias na cidade.

O que mais gosto na capital portuguesa é a diversidade: há passeios modernos, pontos turísticos históricos, museus e atrações animadas. Ou seja, Lisboa é um pouco para toda a gente, como diriam os portugueses! E como organizar tudo isso? Confira no artigo todas as nossas dicas para sua viagem!


Planejando uma viagem para Portugal? Não esqueça de contratar o seu seguro viagem obrigatório! Faça uma cotação com as melhores seguradoras através da Seguros Promo e use o cupom VIAJAQUEPASSA5 para receber 5% de desconto.


DO AEROPORTO ATÉ O CENTRO DE LISBOA (OU AO SEU HOTEL)

A grande maioria dos brasileiros chega em Portugal através do Aeroporto Humberto Delgado, também conhecido como Aeroporto de Lisboa, já que esse é o hub da TAP Portugal – que opera a maioria dos voos diretos para o Brasil. Quem voa de Latam ou Azul, provavelmente também desembarcará nele.

Para ir do aeroporto até o centro de Lisboa (ou ao seu hotel) existem várias opções: metrô, ônibus, táxi, Uber e transfer privado. A melhor alternativa dependerá da localização da sua hospedagem, do seu budget e do conforto desejado.

Para saber mais, clique aqui e confira o nosso guia com todas as informações e valores para planejar a sua rota.

ONDE FICAR EM LISBOA

Onde ficar em Lisboa

Foto: Liam McKay via Unsplash

Lisboa é uma cidade com várias zonas diferentes, mas nem todas elas são ideais para os turistas. A verdade é que muitos bairros estão em áreas mais afastadas, que formam a região metropolitana, e acabam não sendo opções assertivas pra quem precisa otimizar tempo.

De um modo geral, considero como boas as opções de hospedagens situadas na Baixa, Chiado, Alfama, Avenida da Liberdade, Príncipe Real e Belém. Ainda assim, cada uma dessas regiões possui as suas peculiaridades e atendem a um perfil de viajante.

No post sobre onde se hospedar em Lisboa, você pode conferir as nossas melhores dicas pra escolher bem onde ficar na capital portuguesa, além de sugestões de hotéis e pousadas.

ROTEIRO EM LISBOA PARA 3, 4 OU 5 DIAS

Decidido como chegar e onde se hospedar, é hora de pensar no seu roteiro em Lisboa.

Já listamos em outro post 11 atrações imperdíveis para conferir em Lisboa. Mas se você ainda está com dúvidas de como encaixar tudo na sua viagem, também pode aproveitar a nossa sugestão de roteiro em Lisboa para 3, 4 ou 5 dias. Ao final, ainda poderá baixar o mapa e seguir todas as dicas em tempo real durante a sua viagem. 

Roteiro em Lisboa: DIA 1

Roteiro em Lisboa para 3, 4 ou 5 dias: Praça do Comércio

Foto: Claudio Schwarz via Unsplash

Praça do Comércio 

O primeiro dia do roteiro em Lisboa começa na Praça do Comércio. Nela é possível admirar a beleza mais tradicional da cidade, sentar com calma e apreciar o Rio Tejo. A praça também é importante historicamente: foi construída após o terremoto que destruiu parte de Lisboa no século XVIII.

Aproveite para conferir os restaurantes nos arredores e se direcione ao ponto mais imponente: o Arco da Rua Augusta. Se quiser, pode subir nele por 3 euros.

Após, a minha dica é caminhar pela Rua Augusta e apreciar a culinária, a música e a atmosfera dessa região, que é o grande “centro” de Lisboa.

Baixa

Andando mais um pouco você chegará na Baixa. Encontre uma padaria por ali para tomar um café e provar algum doce típico português.

Logo também estará no Chiado, pois as duas zonas se confundem bastante. Depois de explorar a região, procure pela Praça Dom Pedro IV (mais conhecida por Rossio), que você consegue ir a pé. A praça em si já é muito bonita, mas ali também é onde fica o Teatro Nacional D. Maria II, cuja arquitetura impressiona.

Alfama

Dali poderá caminhar em direção ao Alfama, o mais antigo e um dos mais charmosos bairros de Lisboa. Uma das suas principais atrações e que pode ser o seu ponto de partida é a antiga – a visita é gratuita.

Castelo de São Jorge

Seguindo o passeio, você poderá conferir o Castelo de São Jorge, de onde terá uma das melhores vistas na cidade e aprenderá sobre a sua formação. A visita talvez dure um bom tempo, afinal, é bastante coisa para ver e um dos lugares mais interessantes do roteiro em Lisboa.

Saindo dali, se ainda tiver disposição, aproveite para andar um pouco mais por Alfama. A zona é muito agradável e cheia de prédios históricos, já que foi um dos poucos lugares a não ser destruído no terremoto. Aproveite para encerrar o dia em um restaurante no bairro.

Roteiro em Lisboa: DIA 2

Roteiro em Lisboa: Belém

Foto: Alex Paganelli via Unsplash

Pastel de Belém

O segundo dia é reservado ao bairro de Belém. Muitas atrações de Lisboa estão concentradas nele, e a minha dica de deixar todas para o mesmo dia é porque o metrô não o atende.

O ideal é sair da estação Cais do Sodré, se estiver próximo, ou pegar um eléctrico para andar até outras partes do bairro. E posso garantir que o passeio vale a pena: os eléctricos são verdadeiras atrações turísticas de Lisboa!

A primeira parada é para experimentar o famoso pastel de Belém! Sem dúvida, o melhor lugar (e supostamente o legítimo) é a Antiga Confeitaria de Belém, que fica na rua por onde passa o próprio eléctrico.

Mosteiro dos Jerônimos

Depois, vale a pena conhecer o Mosteiro dos Jerônimos. Além do próprio mosteiro e suas exposições, ali também fica a Igreja de Santa Maria de Belém (que é linda!) e túmulos de personagens importantes da história portuguesa.

Após a visita completa, atravesse a rua para a Praça do Império. Ela é ainda mais bonita na primavera e rende muitas fotos incríveis!

Em seguida, você pode conferir o Padrão dos Descobrimentos, ao lado da Doca de Belém. Belém é de onde teriam partido as embarcações dos grandes descobridores como Pedro Álvares Cabral, por isso há um monumento em homenagem a eles. É possível visitar o seu interior, mas para ver a escultura do lado externo é gratuito.

Torre de Belém

Depois, é hora de conhecer o principal cartão postal de Lisboa: a Torre de Belém. Ela fica ainda mais bonita no final da tarde, mas se você quiser entrar, procure não enrolar muito porque ela fecha cedo. No verão, a última entrada acontece às 17:30h, enquanto no inverno acontece às 17:00h.

Uma outra opção é visitar o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT). Se não quiser entrar, vale a pena pelo menos conferir a bela arquitetura da sua fachada em frente ao rio. Nos dias ensolarados, a caminhada pela orla se torna ainda mais agradável.

Mercado da Ribeira

E se você chegou ao final do dia pensando em onde jantar, tenho mais uma dica: o Timeout Market, ou “Mercado da Ribeira”, como também é conhecido. Esse é um mercado antigo, porém reformado, com várias opções gastronômicas do mundo todo. De Belém, você pode chegar lá de ônibus ou eléctrico.

Uma outra opção, um pouco mais próxima do MAAT, é a LxFactory. O complexo é lugar novo e descolado, com várias atrações culturais e opções gastronômicas em Lisboa.

Roteiro em Lisboa: DIA 3

Roteiro em Lisboa: Parque das Nações

Foto: Paulo Soeiro via Unsplash

Parque das Nações

Mais um dia do seu roteiro em Lisboa e você vai acompanhar um pouco de tudo: da parte “moderna” da cidade até a magia do fado. Então, para começar, a dica é pegar o metrô até a Estação Oriente.

Ao descer nela você já terá uma boa surpresa, pois a sua estrutura é realmente bonita e com um design moderno. Você pode atravessar para o Parque das Nações pelo centro comercial que há na frente e chegará em um dos pontos mais novos de Lisboa.

O Parque das Nações foi construído em 1998 para uma ocasião específica e se tornou um legado para a cidade. Por ali há desde um oceanário até restaurantes e um teleférico, tudo às margens do rio Tejo.

Além de dar um passeio nos arredores – não é uma zona fechada, é como uma extensa rua -, não deixe de conferir o passeio no teleférico, na Telecabine Lisboa. Ele dura alguns minutos e vale a pena, afinal que outra chance você terá que de cruzar o Tejo pelo céu?

Há também uma bela ponte chamada de Vasco da Gama em meio ao rio e o Jardim da Água com fontes que lembram um vulcão. Sobre almoçar pela zona: os restaurantes são caros, mas com ótima gastronomia.

Museu Nacional do Azulejo

Quando encerrar a visita pelo Parque das Nações, pode conhecer o Museu Nacional do Azulejo. Os azulejos portugueses são famosos no mundo todo, então dá para imaginar a beleza desse museu! Para chegar lá, basta ir da Estação Oriente até a Santa Apolónia – são 7 min de trem ou 20 min de ônibus (linha 728).

Fado

Já para encerrar a noite, que tal jantar ao som de fado? Um dos melhores lugares para isso é tradicional Clube de Fado. Ele fica em Alfama e o ideal é fazer uma reserva com antecedência.

Roteiro em Lisboa: DIA 4

Roteiro em Lisboa: Cascais

Foto: Getty Images

Cascais

Se você tem um dia extra em Lisboa, não pode deixar de conhecer Cascais! Apesar de ser uma viagem rápida, eu reservaria o dia inteiro, pois há muitas atrações para visitar.

Cascais fica na região metropolitana de Lisboa e a viagem de trem dura cerca de 1h. Se você estiver de carro, em 30 minutos estará na praia!

A cidade já foi inclusive residência da família real portuguesa, por isso tem muita história e importância. O passeio pode iniciar pelo centro histórico para garantir uma boa lembrança na Rua Frederico Arouca, a principal do comércio.

Ao final dela você chegará na parte principal de Cascais para os turistas, onde está Praia da Ribeira. Aproveite para andar bastante em volta e conhecer mais sobre a parte histórica.

Você também pode visitar o Bairro dos Museus, onde há vários palacetes antigos que hoje abrigam a história da região. O Museu do Mar, a Casa das Histórias Paulo Rego e o Palácio da Cidadela são alguns dos mais visitados.

Mas e as praias? A mais conhecida para quem visitar Cascais no verão durante um roteiro enxuto em Lisboa é a Praia da Conceição. Ela é próxima da estação de trem, por isso é mais acessível aos turistas.

Outra entre as mais bonitas é a Praia da Rainha, mas é apenas em uma pequena extensão da areia. O mar é bem calmo e há rochas em volta também. Se estiver de carro, a minha dica é ir até a Praia do Tamariz, que fica ao lado de Cascais, em Estoril.

Uma última dica é a Marina de Cascais, que reúne uma paisagem linda e ótimos restaurantes para você apreciar. Visitar a Marina ao fim da tarde é o ideal, pois há bares e um clima bem animado.

Roteiro em Lisboa: DIA 5

Roteiro em Lisboa: Bate e volta em Sintra

Foto: Merve Selcuk Simsek via Unsplash

Igreja de São Domingos

Pra quem estendeu o roteiro em Lisboa, a dica é começar o quinto dia na Igreja de São Domingo, já que a entrada é gratuita e fica no caminho para a nossa próxima sugestão.

Ela foi construída em 1241 e sofreu com o terremoto, mas com um detalhe: a capela-mor foi a única parte que resistiu. Ela foi reconstruída e atingida por um incêndio em 1959.

Embora tenha sido restaurada, as paredes ainda trazem as marcas do incêndio, por isso são escuras. Além disso, ela também guarda muita história: já celebrou casamentos e outros eventos reais.

A visita à igreja é rápida e próximo dali está a Estação do Rossio, onde você pegará o trem – comboio – até Sintra.

Bate e volta em Sintra

A viagem dura cerca de 1 hora até a cidade conhecida pelos seus palácios.

Se puder, dê uma passada pelo centro histórico da cidade. Depois, visite o Castelo dos Mouros, que conta a história dos muçulmanos que dominaram a região há muitos séculos.

A visita é incrível porque está também em meio à natureza e tem uma vista panorâmica da cidade. Dá para entender bem como se vivia antigamente e conferir alguns objetos da época.

Depois, é a hora do Palácio Nacional da Pena, um pouco mais acima. Aliás, avista-se ele logo que se chega na cidade, visto que é todo colorido. Ele é tão alto que na bilheteria há um microônibus (pago à parte) para quem não quiser caminhar até a sua entrada.

A visita leva um tempo e normalmente há filas, mas vale a pena! Você visitará desde os grandes salões do palácio até a parte externa e suas cúpulas.

Para retornar a Lisboa, basta fazer o mesmo caminho da ida. 

Essa dica é realmente pra quem não tem muito tempo. Se possível, recomendo passar pelo uma noite em Sintra. No nosso post dedicado exclusivamente a Sintra você confere dicas ainda mais completas sobre a cidade.

 

Outras alternativas

Vamos concordar que não importa quantos dias você fique em Lisboa, há sempre mais para ver! Por isso, é claro que vou deixar também algumas dicas extras para você adaptar o seu roteiro.

A primeira dica é a Casa Fernando Pessoa, um museu localizado na residência onde o famoso escritor viveu os últimos 15 anos antes de morrer. A visita inclui os cômodos, como o seu quarto, e também permite ver objetos pessoais dele.

Há muitas obras e cartas trocadas com outros escritores, além de documentos. Até mesmo a sua cômoda original está exposta no local. O museu tem programação o ano todo e você pode visitá-lo por apenas 3€.

Outro lugar interessante é o Panteão Nacional, localizado na Igreja de Santa Engrácia e com homenagem a portugueses como Pedro Álvares Cabral e Sophia de Mello Breyner Andresen. 

O bairro Príncipe Real ficou de fora do roteiro inicial, mas você também pode visitá-lo! Esse é um bairro mais requintado, com restaurantes e hospedagens mais caros. Recomendo o passeio principalmente à noite, para apreciar um bom vinho.

Seguindo na linha de opções com nível mais elevado, procure passar também pela Avenida da Liberdade. Ela é considerada a rua mais cara da cidade, mas  tem um charme único ao redor da zona de Marquês de Pombal.

BAIXE O MAPA

Para conferir todas as dicas em tempo real durante a sua viagem, baixe o mapa do nosso roteiro em Lisboa para 3, 4 ou 5 dias:

Organize-se com antecedência

A melhor dica do roteiro para 3, 4 ou 5 dias em Lisboa é organizar tudo com antecedência! Alguns pontos turísticos que citei estão entre os mais visitados do país, por isso garanta os ingressos antes. Isso evita que você perca boa parte da viagem em filas.

Além disso, pode perceber que há dicas para um roteiro de todos os gostos. Então, basta adaptar de acordo com as suas preferências. Eu não deixaria de visitar Sintra, a Praça do Comércio, o Mosteiro dos Jerônimos e Belém.

Agora, é a sua vez: aproveite o roteiro na capital portuguesa e descubra o melhor de Lisboa!

Tags:   

«
»