TOPO

“O que fazer em Porto, Portugal: 11 atrações imperdíveis”

Lisboa é incrível, mas o Porto, ah, o Porto! Essa poderia ser uma frase dita por qualquer português, afinal, eles têm um carinho especial pela cidade famosa pelo vinho que leva o seu nome. Mas para quem vai visitar, fica a dúvida: se há tantos encantos, o que fazer em Porto?

A cidade foi eleita nos últimos anos por vários sites e revistas de turismo como o melhor destino europeu. E não é para menos: há passeios pelo rio, museus, gastronomia e muita história para apreciar. Então, anote todas as dicas deste artigo e se prepare para o Porto!


Planejando uma viagem para Portugal? Não esqueça de contratar o seu seguro viagem obrigatório! Faça uma cotação com as melhores seguradoras através da Seguros Promo e use o cupom VIAJAQUEPASSA5 para receber 5% de desconto.


O QUE FAZER EM PORTO

Afinal, o que o Porto tem de tão especial? Apesar de ter cerca de 200 mil habitantes, a cidade possui tantas atrações que parece muito maior. Felizmente, muitas dessas atrações são gratuitas e tudo se conecta muito bem. A seguir você confere as nossas melhores dicas de o que fazer em Porto!

Avenida dos Aliados

Avenida dos Aliados

Foto: Eugene Zhyvchik via Unsplash

Esse é o ponto central para explorar o centro histórico, onde se concentra a maioria das atividades para se fazer em Porto. Mas antes de descobrir as ruas em seu entorno, reserve uns minutos para andar por essa avenida linda.

Nela está a Praça da Liberdade, onde há uma escultura com homenagem a D. Pedro IV, que no Brasil veio a ser D. Pedro I. Em frente à praça está um ponto turístico curioso: uma franquia do McDonald’s que já foi eleita a mais bonita do mundo, graças à sua fachada.

A avenida foi renovada há alguns anos e é cheia de prédios históricos, hotéis de luxo e lojas. Em uma ponta da avenida está a Câmara Municipal do Porto e na outra o hotel InterContinental, que foi instalado em um belo palácio do século XVIII.

Se você visitar Porto no Natal, aproveite para conferir a árvore montada na frente da Câmara e outras atrações ao longo da avenida. Já se for no São João, em julho, é na avenida que acontecem diversos shows gratuitos.

Estação São Bento

Estação São Bento

Foto: Rostyslav Savchyn via Unsplash

Quem chega ou sai do Porto de trem talvez passe por essa estação – há outra mais recente. Além de ter uma bela fachada e conservar mais de 100 anos de história, é o seu interior que encanta!

Para entender melhor, no interior são 551 m² cobertos com azulejos que contam a história e cultura portuguesa. Como o país é famoso pela produção dos azulejos, é fácil imaginar a beleza do lugar.

No teto e nas paredes eles parecem reluzir o dia inteiro e vale muito a visita! Ali há também um café e até mesmo um hostel inaugurado há poucos anos.

Igreja dos Clérigos

Vista da Igreja dos Clérigos, Porto

Foto: Jan Ledermann via Unsplash

É quase impossível visitar o Porto e não enxergar a ponta desta igreja. Certamente, é uma atração a ser incluída entre o que fazer em Porto. A curiosidade é que ela é o ponto mais alto da cidade e você pode subir até o topo por 5 euros.

Se não quiser experimentar a vista panorâmica, pode entrar apenas na igreja. Mas, para quem pensa em subir, a dica é que não vale muito a pena se o dia estiver nublado.

Por outro lado, durante o verão também é possível fazer visitas noturnas. E, sim, essa experiência vale ainda mais a pena: ver a cidade toda iluminada em noites de verão é incrível!

Livraria Lello & Irmãos

O que fazer em Porto: Livraria Lello

Foto: Ivo Rainha via Unsplash

No coração da parte histórica do Porto fica um lugar que atrai apaixonados por literatura e fãs de Harry Potter. Os amantes da saga já devem conhecer essa livraria, que era frequentada por J.K. Rowling enquanto morou na cidade.

Há várias teorias sobre a livraria ter inspirado muitas partes da história de Harry Potter. Sem dúvida, quando você entra reconhece algumas semelhanças, o que deu a fama para a livraria.

Se estiver planejando a visita, garanta o ingresso online. Sim, é necessário pagar para entrar e tem fila! Além disso, é proibido tirar fotos no interior da loja. Ah, e caso seja amante mesmo de leitura, não deixe de visitar a loja da livraria, que fica na esquina!

Sé do Porto

Sé do Porto

Foto: Getty Images

A Sé do Porto é uma dica de o que fazer em Porto tanto para quem gosta de história quanto para quem é religioso. A construção resiste desde a época medieval e também garante uma bela vista para o rio.

A arquitetura da catedral é uma mistura dos estilos românico, gótico e barroco. Além da igreja, é possível visitar o claustro, o que é interessante para entender a história do local. A entrada na igreja é gratuita, mas no claustro custa 3 euros.

Ribeira do Porto

Ribeira, Porto

Foto: Adelio Zanotti via Unsplash

Aqui é onde está o coração do Porto! Aquelas casinhas coloridas que você nas fotografias de Portugal e o rio Douro estão em um combo perfeito na Ribeira!

A dica é andar bastante por ali, começando pela Ponte D. Luís I, que liga Porto à cidade vizinha, Vila Nova de Gaia. Ela se tornou um ponto turístico por ter sido fabricada pela empresa de Gustave Eiffel, por isso tem a mesma estrutura da Torre Eiffel.

Aos finais de semana costuma haver uma feira de artesanato logo ao lado da ponte com vários artigos portugueses para levar de recordação. Mas a atração é caminhar pelas margens do rio, beber alguma coisa ou fazer uma refeição entre os restaurantes da Ribeira.

É claro que os valores na região são mais altos. Para se ter ideia, uma Francesinha – prato típico da cidade – custa mais de 10 euros na Ribeira, mas você encontra por menos em outras zonas da cidade.

Mas vale a pena? Sim, a experiência é única! Imagine sentar e pedir um vinho de frente para o Douro? Uma das dicas é procurar pela Praça da Ribeira, onde há algumas boas opções de comida.

Passeio de barco

Passeio de barco Porto

Foto: Nienke Broeksema via Unsplash

Já que você estará pela Ribeira, aproveite para fazer um passeio de barco pelo rio Douro! Ele custa em média 15 euros e dura cerca de 40 minutos.

Infelizmente, não é um passeio interessante para dias chuvosos ou no inverno. Porém, nos dias de sol é uma excelente pedida para quem procura o que fazer em Porto!

Há passeios que passam pelas três principais pontes que ligam Porto e Gaia. Os mais completos passam pelas cinco pontes, mas você pode escolher qual prefere.

Visitação a uma cave de vinho

Se estamos falando da cidade que dá nome ao Vinho do Porto, é claro que conhecer uma vinícola não pode ficar de fora da programação da viagem! A dica é visitar a Cave Cálem, que costuma abrir o ano todo – as outras fecham em algumas temporadas.

Outra vantagem da Cálem é que você pode ir a pé atravessando a Ponte D. Luís I, pois ela fica em Gaia. Durante a visita, que custa 12 euros, você conhece mais sobre a produção do vinho e tem direito a degustação.

A Cálem tem uma história muito antiga e tradicional na exportação de vinho, mas há outras para visitar, se desejar. Dentre elas, a cave da Sandeman é também uma das mais conhecidas.

Bate e volta em Braga

Braga, Portugal

Foto: Getty Images

A cerca de 40 minutos de trem de Porto está Braga, a cidade das igrejas. Ela realmente é conhecida por ser a cidade com o maior número de igrejas em Portugal, dentre as quais está a Catedral da Sé.

A primeira parte da visita é no centro histórico da cidade, que é muito charmoso e possui vários restaurantes. Depois, você pode conhecer uma das atrações principais: a visita ao Santuário do Bom Jesus do Monte e a Basílica do Sameiro.

Indico, inclusive, que a visita seja próxima do pôr do sol, pois é uma vista incrível! Há uma boa escadaria para subir lá, mas vale a pena e você não paga para entrar. Já para chegar é possível ir de ônibus, que parte do centro da cidade. Na volta ele ainda para na frente da estação de trem.

Museu de Arte Contemporânea de Serralves

Localizado no Parque Serralves, esse museu de arte contemporânea e todo o complexo é incrível. As exposições valorizam artistas portugueses e trazem sempre uma reflexão sobre o mundo.

É claro que a visita vale também pelo parque, que era a quinta de uma famosa família portuguesa e contempla 18 hectares. Sem dúvida, o Museu Serralves é um programa para quem ama arte, cultura, design e história!

O ingresso para visitação de todo o complexo custa 20 euros, enquanto que o ingresso para visitação apenas do museu ou apenas do parque, custa 12.

Todo primeiro domingo do mês das 10h às 13h a entrada é gratuita, mas há bastante fila. Há também o Serralves em festa, normalmente entre maio e junho, que é praticamente um final de semana inteiro de entrada gratuita, shows e exposições sem fechar as portas.

Praia de Matosinhos

Praia de Matosinhos

Foto: Simon Pallard via Unsplash

Matosinhos é como o balneário do Porto. É tão fácil chegar que você pode ir de metrô ou então em uma das rotas de ônibus que percorre o trajeto junto ao rio Douro.

Apesar de não ser uma praia com uma orla muito grande, existem várias atrações por lá, como o Castelo do Queijo, restaurantes e bares animados. É uma visita bem interessante, principalmente para quem for a Porto no verão!

Vale a pena visitar Porto?

Com certeza a resposta é positiva! Muito além das dicas de o que fazer em Porto, cada rua da cidade é uma atração nova. São muitos espaços ao ar livre, por isso é um ótimo destino para se visitar no verão e primavera, mas a gastronomia e cultura estão sempre em alta. Leia mais sobre a cidade, programe-se e não deixe Porto de fora do seu roteiro!

Tags:  

«
»