TOPO

“Moeda do Qatar: saiba o que e quanto levar para Doha”

A moeda do Qatar é o rial catarense. Mas diferente do dólar americano ou do euro, dificilmente você conseguirá sair do Brasil com essa moeda em mãos. E, caso consiga, é muito provável que a cotação tenha sido bastante desfavorável. Isso acontece porque o rial catarense é uma moeda exótica, de baixa circulação, e não é comum que as casas de câmbio brasileiras o comercializem.

Então, qual moeda levar para o Qatar? Neste post você vai entender melhor sobre o rial e qual a melhor maneira de levar dinheiro para o Qatar. Além disso, também terá uma ideia do quanto gastará na sua viagem e quanto deve levar. Confira!

QUAL É A MOEDA DO QATAR

O rial catarense é a moeda oficial do Qatar. Ele é representado pelo código ‘QAR’ ou, de forma simplificada, apenas pelo símbolo ‘qr’.

Por mais internacionalizado que o Qatar seja, apenas o rial é aceito como forma de pagamento nos estabelecimentos comerciais. As pouquíssimas exceções são algumas lojas do Aeroporto de Doha e poucas redes de hotéis.

Em outras palavras, para viajar pelo Qatar é preciso ter o rial catarense disponível na carteira. Continue lendo este post que eu te explico quais as melhores formas para isso.


Leia também:


Cotação do rial catarense x reais

Mas antes de chegarmos a esse ponto, é importante ter uma noção de quanto vale o rial¹. Veja o comparativo da moeda catarense com o nosso real brasileiro:

  • R$ 1 = 0,69 QAR
  • 1 dólar = 3,64 QAR


¹A cotação foi conferida na data de publicação deste artigo e segue o câmbio comercial.

QUAL MOEDA LEVAR PARA O QATAR?

Até aqui você já entendeu que sair do Brasil com a moeda catari em mãos será bem difícil – ou desvantajoso, como expliquei no início do post.

Chegar ao Qatar com reais também não é uma boa alternativa, já que as casas de câmbio do país árabe não costumam trabalhar com a nossa moeda.

Sendo assim, a melhor saída é levar uma moeda de grande circulação e fazer o câmbio ao chegar no Qatar

A principal escolha acaba sendo o dólar, já que é fácil comprar no Brasil e as taxas de câmbio são mais competitivas. Se você mora na Europa ou faz sentido para você, euros e libras também são boas opções.

Já no Qatar, a dica é ir trocando o seu dinheiro por riais aos poucos, não muito além do previsto. Afinal, é melhor voltar pra casa com dólares do que com riais na carteira.

Moeda do Qatar: o que e quanto levar na viagem a Doha

Casas de câmbio no Qatar: onde trocar o dinheiro

As taxas cambiais variam a cada casa de câmbio catari, mas pouco.

Ainda assim, vale a pena fazer uma rápida pesquisa de preços entre as instituições. No centro de Doha há um grande número delas.

Para ajudar, deixo aqui uma lista com alguns locais de confiança: Alfardan Exchange, Gulf Exchange, Lulu Exchange e também os bancos QNB e o Qatar National Bank. Lembre-se de que será exigido seu passaporte original ao trocar o dinheiro.

Por mais que os câmbios não variem tanto no país, evite trocar muito dinheiro no Aeroporto, onde as taxas costumam ser mais altas.

 

Planejando uma viagem para o Qatar? Não esqueça de contratar o seu seguro viagem! Faça uma cotação com as melhores seguradoras através do nosso link junto à Seguros Promo e use o cupom VIAJAQUEPASSA5 para receber 5% de desconto.

 

USANDO CARTÃO DE CRÉDITO NO QATAR

Os cartões de crédito são amplamente aceitos no Qatar, sendo a bandeira Visa e Mastercard as mais comuns.

Você pode encontrar alguma dificuldade de usá-los apenas em estabelecimentos muito pequenos e familiares ou nos táxis (mas esse cenário com os taxistas está em processo de mudança e em breve todos aceitarão cartão).

Como vantagem de usar seu cartão de crédito durante uma viagem internacional está a segurança. Afinal, com um cartão em mãos não é necessário circular por aí com uma quantidade grande de dinheiro em espécie.

Por outro lado, colocar a viagem toda na fatura do cartão pode sair caro. Isso porque é cobrado uma taxa de 6,38% de IOF (Imposto sobre Operação Financeira) a cada transação. Ao comparar com o imposto de 1,1% da compra do papel-moeda a diferença é grande.

Além disso, a outra desvantagem são as oscilação cambiais, que mudam diariamente e nem sempre são muito transparentes. Ao usar o cartão de crédito, você sempre estará sujeito a elas. Isso dificulta o controle financeiro durante a viagem, já que você fica sem saber efetivamente quanto está sendo gasto.

USANDO UM CARTÃO DE DÉBITO MULTIMOEDAS

Solução relativamente recente, os cartões de débito multimoedas têm ganhado mais espaço na carteira dos viajantes e se mostram cada vez mais indispensáveis.

Na prática, esse tipo de cartão funciona como qualquer outro cartão de débito: você pode usá-lo na maquininha ou para saques. A diferença é que ele é pré-pago, você o carrega na moeda escolhida (dentre as disponíveis) e paga o valor equivalente em reais.

A vantagem é que você paga 1,1 % de IOF (contra 6,8% do cartão de crédito) e taxas cambiais mais baixas que a dos bancos tradicionais. Além disso, sabe exatamente o que está pagando.

O nosso cartão preferido do segmento é o da Wise, que geralmente tem o câmbio mais barato do mercado. Para usar o cartão, você carregará uma das moedas disponíveis (que pode ser o dólar, já que o rial ainda não está disponível) e fará os pagamentos ou saques normalmente. Por mais que você ainda tenha que passar por duas operações (ex: real → dólar; dólar → rial), as taxas ainda são vantajosas.

Outra boa opção disponível no mesmo esquema é o cartão da Nomad, que acaba tendo mais vantagens para quem viaja aos Estados Unidos.

SACANDO DINHEIRO NO QATAR

Os caixas ATMs do Qatar aceitam saques de catões de crédito ou débito internacionais.

Porém, a grande desvantagem de sacar dinheiro no Qatar – e no exterior de forma geral – com seu cartão brasileiro são as diversas taxas que isso envolve.

O IOF dependerá do tipo do cartão e instituição. No caso dos cartões de crédito, será de 6,38%. Já para cartões de débito multimoedas, como o da Wise e da Nomad, o imposto é de 1,1 %.

Você também estará sujeito à taxa cambial praticada pelo cartão e, dependendo das políticas da instituição, a uma taxa de saque.

Para finalizar, coloque na conta também uma possível taxa cobrada pelo próprio ATM para realizar a transação.

No final, com tantas taxas a serem pagas, meu conselho é fazer o menor número de saques possíveis ou até mesmo guardar essa opção apenas para casos de emergência.

Quanto vou gastar na minha viagem para o Qatar?

Ao pensar em uma viagem para o Qatar é importante ter em mente que estarmos falando de um dos países mais ricos do mundo. Isso se reflete no custo de vida local e, por consequência, na vida do turista.

Por mais que seja sempre possível ajustar os custos de uma viagem conforme o perfil e orçamento de cada viajante, o Qatar não é um país barato para se viajar.

Não que isso inviabilize uma viagem para o país, de forma alguma! Mas se o orçamento for apertado, é importante controlar os gastos e fazer as escolhas certas.

Para dar uma ideia de custos, preparei uma lista com a média de valores nos segmentos que mais impactam no valor da viagem: hospedagem, alimentação e atrações. Veja abaixo:


Hospedagem

Dentre os custos mais altos em viagem para o Qatar está a hospedagem. A inexistência de opções econômicas no país, como hostels ou pousadas, contribui para isso. E, de uma forma geral, os hotéis atendem a um padrão bastante luxuoso – o que se reflete nos preços.

Em Doha, é possível encontrar hospedagens com boa localização nas seguintes faixas de preços*:

  • Quarto padrão em hotel 3 estrelas para duas pessoas ≅ a partir de 280 QAR
  • Quarto superior em hotel 5 estrelas para duas pessoas ≅ a partir de 1.000 QAR

*Valores referentes à média temporada.


Alimentação

Os valores médios² de alguns itens nos restaurantes de Doha dão uma boa noção dos custos que terá com alimentação:

  • Refeição em restaurante econômico ≅ 30 QAR
  • Refeição completa para 2 pessoas (3 pratos) ≅ 200 QAR
  • Refrigerante lata ≅ 3,10 QAR
  • McMeal no McDonalds ≅ 25 QAR

²Fonte: Numbeo


Atrações

Os ingressos para os principais museus de Doha custam 50 QAR. Mas há muito o que desbravar na cidade sem precisar pagar para entrar. Esse é o caso dos Museus Msheireb e de qualquer mesquita que deseje conhecer por dentro, por exemplo.

Você também pode conferir os preços de outras experiências e tours guiados:

 

 

O QUE, COMO E QUANTO LEVAR PARA O QATAR?

Com uma boa noção da moeda do Qatar e dos custos que envolvem uma viagem para o país, é mais fácil para se organizar quanto a quantidade de dinheiro levar.

Já sobre como levar seu dinheiro, as formas mais vantajosas ficam por conta do dólar em espécie e do cartão de débito multimoedas. Enquanto o primeiro método é mais tradicional e confortável para a maioria das pessoas, o segundo garante boas taxas e é mais seguro.

Quanto ao cartão de crédito, é sempre bom ter um para usar em eventuais emergências. Não esqueça de desbloqueá-lo para uso no exterior.

Salve as nossas dicas no Pinterest!

Tags:   

«
»