TOPO

“Dicas do Qatar: o que você precisa saber antes da viagem”

Viajar para o Qatar é sinônimo de mergulhar em uma nova cultura. Um país com costumes e tradições tão diferentes das nossas merece uma atenção especial nos preparativos da viagem. Para te ajudar, compilamos várias dicas do Qatar para evitar perrengues.

Aqui você encontra informações úteis e práticas que farão toda a diferença na experiência da sua viagem. Ter conhecimento delas antes de embarcar rumo ao Qatar ajudará não só a aproveitar ainda mais seus dias no país como vivenciar a fundo a cultura catari. Confira todas as nossas dicas do Qatar abaixo!

DICAS DO QATAR: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DA VIAGEM

1. A língua oficial do Qatar é o árabe, mas o inglês é amplamente falado

Não se assuste ao ver toda a sinalização escrita em árabe ao chegar a Doha. Por mais que a língua oficial do Qatar seja o árabe, o inglês é falado por grande parte da população, principalmente por aqueles que trabalham com o turismo. Além disso, todas as placas de sinalização ou avisos estarão traduzidas para o inglês.

2. A moeda oficial do Qatar é o rial catarense

A moeda que circula no país se chama rial catarense. Ela está atrelada ao dólar americano e a cotação varia muito pouco. Em média, 1 dólar americano equivale a 3,64 riais catarenses.

Mas por ser uma moeda de baixa circulação, sair do Brasil com riais em mãos será difícil. Por isso, leve para sua viagem moedas de maior circulação, como o dólar e o euro. Assim, você faz a troca pelo rial catarense ao chegar no país.

Outra opção interessante é usar um cartão internacional multimoedas – como é o caso do Wise.

Veja o nosso post completo sobre câmbio e custo de uma viagem ao Qatar.

3. Brasileiros não precisam de visto para o Qatar

Os brasileiros não precisam de visto para entrar no Qatar e podem permanecer no país por até 30 dias.

As exigências são passaporte válido por no mínimo seis meses e com ao menos duas páginas em branco. O agente de imigração pode pedir também sua passagem aérea de saída do Qatar, confirmação de hospedagem e o seguro viagem.

Quanto às regras com relação à Covid-19, brasileiros com ciclo vacinal completo não precisam de teste PCR para entrar no país. No site do governo você encontra todos os detalhes atualizados sobre o assunto.

4. É esperado que os turistas se vistam de forma apropriada

Você não será barrado na rua se usar uma roupa curta ou uma camiseta regata (e isso vale tanto para homens quanto para mulheres). Também não será exigido que a mulher cubra os cabelos com o hijab.

Mas espera-se bom senso e respeito aos costumes locais. Isso significa que roupas que cubram ombros e joelhos, que não sejam justas demais e que não tenham um grande decote são as ideais para um turista no Qatar.

Leia nosso post sobre vestimenta no Qatar para entender melhor sobre o tópico.

5. Usar biquíni e sunga é permitido, mas apenas nas praias privadas

Ainda no tema vestimentas apropriadas, é bom saber que nas praias públicas do Qatar é proibido usar os trajes de banho que estamos acostumados, como sunga, biquínis e maiôs. É preciso usar ao menos uma camiseta, para cobrir o colo o os ombros, e uma bermuda até o joelho.

Já nas praias privadas dos hotéis, os nossos habituais trajes de banhos estão liberados.

6. Existe lugar certo para consumir álcool no Qatar

Ao contrário de alguns países muçulmanos, no Qatar é permitido o consumo de bebidas alcoólicas. Porém, apenas nos locais licenciados. Isso significa que é permitido beber basicamente nos bares e restaurantes de alguns hotéis.

Mas saiba que, por ter uma carga de impostos altíssima, beber no Qatar custa caro. Uma long neck sairá cerca de R$ 50. Também não é permitido entrar no país com álcool e causar transtornos em locais públicos por estar embriagado é crime.

7. Fumar em locais públicos é proibido no Qatar

É proibido fumar em qualquer espaço público do Qatar, seja ele aberto ou fechado. É também proibido entrar no país portando cigarros convencionais ou eletrônicos.

Os espaços privados que permitem fumar têm uma área apropriada para isso.

8. Andar de mãos dadas pode, mas beijar já é demais

As tradições muçulmanas são bastante conservadoras, o que exige do turista uma vigilância maior das suas atitudes em locais públicos. Isso envolve até mesmo a demonstração de afeto, que para nós brasileiros é algo tão natural.

Um casal de turistas andar de mãos dadas não será visto como um problema. Mas esse é o limite. Abraços, beijos e toques mais calorosos não serão vistos com bons olhos pelos locais.

Demonstrações de afeto são proibidas no Qatar

9. Sexta-feira e sábado são final de semana no Qatar

Diferente do nosso calendário semanal, os dias considerados de descanso no Qatar são a sexta-feira e o sábado. Os dias úteis vão de domingo a quinta-feira.

A sexta-feira é o dia sagrado para o muçulmano – o que equivale ao domingo para os católicos. É o dia que será comum, por exemplo, ver mais lojas de ruas fechadas e é quando museus, shopping centers e até mesmo o metrô de Doha abrem apenas à tarde.

10. Barganhar é preciso

Ao caminhar pelos mercados tradicionais, especialmente o Souq Waqif, você notará que raramente a mercadoria tem seu preço visível. Isso porque a negociação nesses locais é uma atitude esperada. Após o vendedor dizer quando custa, barganhe oferecendo um preço mais baixo até fechar o negócio.

E se você já visitou outros países árabes e se incomodou com a abordagem insistente dos vendedores, pode ficar despreocupado. No Qatar, até que realmente mostre interesse pelo produto, dificilmente escutará o vendedor falando com você.


Veja também:


11. Os cataris jejuam durante o Ramadã

O Ramadã é um período sagrado para o muçulmano. Ele acontece por quatro semanas que variam de ano para ano, já que a data segue o calendário lunar. Durante o Ramadã, os muçulmanos se privam do prazer da comida e, para isso, fazem jejum todos os dias do nascer ao pôr do sol.

Isso afeta a vida do turista porque fica proibido ingerir qualquer alimento em locais públicos nas horas do jejum. Também é comum que estabelecimentos comerciais fiquem fechados durante o dia. A exceção à regra são alguns hotéis de redes internacionais que servem comida normalmente.

12. Há cinco chamadas para oração por dia

Cinco vezes ao dia, as centenas de alto-falantes espalhados pelas cidades fazem a chamada para a oração. Ela acontece ao amanhecer, ao meio-dia, à tarde, no pôr do sol e à noite. Será impossível não escutá-la.

Nesses breves períodos da reza, que duram cerca de quinze minutos, é possível que estabelecimentos comerciais se fechem. E por mais que as mesquitas sejam abertas à visitação, é educado por parte do turista sair dela nesse momento.

Dicas do Qatar: o que saber antes da viagem

13. Não há toque no cumprimento entre homens e mulheres cataris

Não é cultural no Qatar pessoas do sexo oposto se cumprimentarem com apertos de mão ou muito menos beijos no rosto ou abraços. Por isso, esta é mais uma das dicas do Qatar para ficar atento.

A forma mais educada de cumprimentar um local é colocando sua mão direita sobre o lado esquerdo do seu peito, como se estivesse colocando a sua mão no seu coração. Agora, se a pessoa estender a mão para você, é sinal de que tocá-la está liberado.

14. Evitar o verão do Qatar faz a diferença

Durante o verão catari, entre junho e setembro, os termômetros podem passar dos 40°C e a umidade é absurda. Não a toa a Copa do Mundo de 2022 não acontecerá no meio do ano, mas sim nos meses de novembro e dezembro. Tudo para fugir do calorão!

Por mais que o calor esteja presente durante todo o ano no Qatar, evitar o alto verão no país garantirá uma experiência muito mais agradável e proveitosa.

15. Você pode beber a água da torneira do Qatar

Esta é uma das dicas do Qatar que é um alívio: a água vinda diretamente da torneira é potável. Ou seja, está liberado bebê-la sem preocupações.

16. As gorjetas já estão inclusas na conta

Assim como acontece no Brasil, a gorjeta pelo serviço do garçom já vem inclusa na conta. Ela pode variar de 10% a 15% a depender do estabelecimento.

17. Um adaptador de tomadas será necessário

Os plugs de tomada do Qatar são do tipo D e G. Ou seja, não são compatíveis com os brasileiros. Por isso, certifique-se de levar um adaptador universal na mala.

Quanto à voltagem, o Qatar utiliza a tensão 220V.

18. Existem regras no metrô para homens desacompanhados

Se você é homem e não está acompanhado de uma mulher, muita atenção ao vagão de metrô que utilizará. As cabines determinadas como Family são especiais para famílias (o que significa ao menos um casal) e para mulheres desacompanhadas. Homens desacompanhados devem usar a cabine Standard.

19. O Qatar está seis horas à nossa frente

O fuso horário do Qatar é o GTM+3, o que significa que o país está seis horas a frente do horário de Brasília.

Fique atento às dicas do Qatar para não se meter em furadas!

Deu para perceber que um dos pontos mais incríveis do Qatar é o choque cultural, não? E para mim, o contato com culturas diferentes é um dos fatores que tornam o ato de viajar tão especial. Espero que todas essas dicas ajudem você a se preparar ainda mais para o destino.

Afinal, estar minimamente preparado evitará que cometa grandes gafes ou mesmo cause alguma ofensa aos locais. Nós, turistas, somos uma visita e é importante saber como agir para evitar constrangimentos.

Tags:    

«
»