TOPO

“Ilha Grande: o que fazer, onde se hospedar e mais dicas”

Subir a bordo de um barco, se distanciar do continente e ir rumo a uma ilha… é assim que a viagem para Ilha Grande começa.

Como o nome já diz, a ilha é extensa – a maior do estado do Rio de Janeiro! São mais de 100 praias, cachoeiras, trilhas dos mais diferentes níveis, vida marinha e passeios de barco que irão compor um roteiro incrível. Certamente, é o destino perfeito para os que buscam se desconectar e encontrar o equilíbrio entre natureza intocada e estrutura turística.

No entanto, uma viagem para Ilha Grande requer um pouco de planejamento. A seguir, você irá conferir o que fazer, onde se hospedar, como chegar, entre outras dicas valiosas sobre esse paraíso.

ONDE FICA ILHA GRANDE

Ilha Grande pertence ao município de Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro, e está localizada na região batizada de Costa Verde. Está a 150 km da cidade do Rio de Janeiro e a 400 km de São Paulo.

Confira no mapa onde fica Ilha Grande:

COMO CHEGAR E SE LOCOMOVER

A única forma de chegar a Ilha Grande é de barco. As três principais rotas desse trecho marítimo são a partir de Angra dos Reis, Mangaratiba e Conceição de Jacareí. O principal ponto de desembarque na ilha é na Vila do Abraão, onde está a melhor infraestrutura para o turismo.

Dentro da ilha não é permitida a circulação de automóveis. Por isso, ao viajar de carro, você deverá deixá-lo em um estacionamento. Há várias opções nos entornos dos portos com diárias de aproximadamente R$ 25.

A escolha de onde pegar a embarcação para a travessia até Ilha Grande dependerá do seu ponto de partida da viagem e do seu destino final na ilha. Abaixo, veja as melhores formas de como chegar até Vila do Abraão:

De São Paulo à Vila do Abraão

Se você vem de São Paulo, o porto de Angra dos Reis será o mais próximo. É possível fazer o trajeto “São Paulo – Angra dos Reis” de ônibus com a Primar e Reunidas.

Chegando a Angra você terá duas opções:

  • Barca: transporta até mil passageiros e parte apenas uma vez ao dia do Cais da Lapa (às 15h30 de segunda a sexta e às 13h30 aos finais de semana). O percurso leva em torno de 1h30 e custa R$ 18,80;
  • Lancha rápida: com saídas da Estação Santa Luzia, as empresas Objetiva Turismo, Doce Angra e Angra dos Reis Turismo oferecem lanchas rápidas que chegam à Vila do Abrão em 30 minutos. As embarcações partem de hora em hora, das 7h às 18h30, e a tarifa varia de R$ 70 a R$ 100 o trecho – com desconto para ida e volta.

O trajeto entre Angra dos Reis e Ilha Grande é feito por águas mais abrigadas e, por isso, os barcos não balançam tanto. 

Do Rio de Janeiro à Vila do Abraão

Para aqueles que vem do Rio de Janeiro, o ponto de embarque mais próximo para Ilha Grande é o de Mangaratiba. A segunda opção é Conceição de Jacareí, um pouco mais adiante.

Ambos os trajetos podem ser feitos de ônibus com a Costa Verde a partir da Rodoviária Novo Rio, na capital carioca.

A partir de Mangaratiba ou Conceição de Jacareí, você terá as seguintes opções:

  • De Mangaratiba à Vila do Abrãao de barca: o trajeto é feito pelas barcas de cargas e pedestres e partem apenas uma vez ao dia, às 8 horas. Elas comportam até mil passageiros, levam cerca de 1h40 de viagem e custam R$ 18,80.
  • De Conceição de Jacareí à Vila do Abrãao de lancha rápida: as operadoras Conceição Translados e Caiçara Tour oferecem a travessia de hora em hora, das 8h às 18h30. O percurso dura de 20 a 50 minutos (dependendo do barco) e custa R$ 100 o trecho – com desconto para ida e volta.

Apesar do custa mais elevado, a locomoção com as lanchas rápidas acaba sendo uma opção mais flexível, rápida e confortável.

Para outras vilas em Ilha Grande

Caso seu destino seja outra vila que não a do Abraão, é importante checar se há barcos regulares que fazem o trajeto e de onde eles partem. A dica é verificar diretamente com sua hospedagem a melhor forma de chegar até ela.

Para informações sobre linhas de barco para os diferentes destinos de Ilha Grande clique aqui.

QUANDO IR: MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER ILHA GRANDE

Praia do Aventureiro em Angra dos Reis

Praia do Aventureiro. Foto: Alexsandre Almeida via Unsplash

A alta temporada em Ilha Grande acontece no verão, de dezembro até março. É o período que a ilha está com mais turistas e, consequentemente, com os preços mais altos. É também no verão que as chuvas são mais frequentes na região.

Portanto, se deseja economizar, curtir o destino com menos movimento e evitar dias seguidos de chuva, o melhor período para a sua viagem é de junho a agosto. Os meses de inverno são os mais secos na ilha.

Abril, maio, setembro, outubro e novembro também são boas opções, quando as chuvas são passageiras e as temperaturas agradáveis. Além disso, o movimento de turistas é bem menor e as chances de ter uma praia paradisíaca só para você aumentam.

QUANTO TEMPO FICAR EM ILHA GRANDE

Para aproveitar o melhor que Ilha Grande tem a oferecer, meu conselho é ficar ao menos quatro noites. Assim você experimenta um pouco de tudo: conhece os principais pontos turísticos, faz passeios de barco e trilhas.

Mas não se iluda pensando que por ser uma ilha, Ilha Grande tem poucas atrações. Você encontra facilmente por aqui atividades para preencher até sete dias de roteiro.

MELHORES POUSADAS EM ILHA GRANDE: SAIBA ONDE SE HOSPEDAR

A Vila do Abraão é o ponto de desembarque da maioria dos barcos que vem do continente. Com melhor infraestrutura e mais opções de pousadas, é o principal destino daqueles que visitam Ilha Grande. Além disso, do Abraão é possível desbravar outras atrações da ilha, seja através de trilhas ou barco.

A Enseada de Araçatiba vem como segunda colocada na lista das vilas com melhor infraestrutura. Mas não se engane, ela é muito menor do que a Vila do Abraão. Ideal para quem busca tranquilidade e sossego sem abrir mão de um certo conforto.

Praia Vermelha, Enseada do Bananal e Sítio do Forte são vilas em que a estrutura se resume às poucas pousadas que estão ali, já que elas também funcionam como restaurantes e agência de passeios.

Por fim, a Praia do Aventureiro, Provetá e Parnaioca ganham destaque entre os mochileiros por seu completo isolamento. As comunidades são bastante simples os campings são os principais tipos de hospedagem.

Difícil decidir? Confira as nossas sugestões de hospedagem em Ilha Grande:

Economia
  • Biergarten Suítes: bem localizada na Vila do Abraão, oferece quartos simples, confortáveis e novos. Não tem café da manhã, mas uma cozinha completa fica à disposição.
  • Pousada Costa Verde: outra opção também central em Abraão, é bem avaliada e oferece o básico necessário para boas noites de sono.
  • Buganvile Hostel: boa alternativa para quem gosta de hostel, fica na Vila do Abraão e tem instalações modernas. Oferece quartos compartilhados e não conta com café da manhã, mas tem cozinha equipada.
  • Mambembe Hostel: é aconchegante e tem um agradável jardim na área comum. Tem quartos compartilhados e privativos, além de cozinha.
  • Pousada do Preto: na Enseada do Bananal, é perfeita para quem busca isolamento sem gastar muito. As instalações são simples, mas está de frente para o mar e inclui café da manhã.

Bom custo-benefício
  • Pousada dos Meros: na Vila do Abraão, é charmosa e tem estilo rústico, com café da manhã servido no jardim.
  • Pousada Aquarela do Mar: também em Abraão, tem excelente localização e linda vista. O café da manhã, avaliado como excepcional, está incluso.
  • Pousada Cruzoé: em Araçatiba, possui um píer de frente para o mar onde é possível aproveitar de perto a exuberante vida marinha da região.
  • Fauna: localizada na Enseada do Bananal, fica de frente para o mar e garante isolamento total em meio à natureza. O café da manhã é farto e servido na mesa.

Conforto
  • Naturalia: está entre as pousadas mais queridas da Vila de Abraão. Possui um um jardim de 1000 m² e todos os quartos têm varanda com vista para o mar. Fica isolada entre a mata, mas a poucos metros das ruas da vila cheias de restaurantes e agito.
  • Pousada Riacho dos Cambucas: outro destaque em Abraão, foi projetada no estilo de chalés de madeiras e está rodeada de floresta. Oferece quartos com banheira de hidromassagem e serviço de spa.
  • Mar da Lua: é a estrela de Araçatiba. Exclusiva, com apenas cinco suítes, está de frente para o mar. Inclui café da manhã e conta com um restaurante de dar água na boca com opções a base de camarão e pescados.
  • Vila Pedra Mar: na Praia Vermelha, em apenas três luxuosos quartos, é puro conforto e inclui café da manhã e jantar com sequência de três pratos.

O QUE FAZER EM ILHA GRANDE

Um roteiro por Ilha Grande se resume a passar o dia conhecendo suas belas praias, seja via trilha ou com passeios de barco. À noite, a programação é relaxar em uma dos restaurantes ou bares da Vila do Abraão.

Agora, para aproveitar o melhor dos passeios, recomendo se planejar um pouco antes da viagem. Quais praias você quer conhecer? O quanto está disposto(a) a andar? Qual rota prefere seguir de barco?

A seguir, reunimos as principais atrações de Ilha Grande com dicas para você operacionalizar a viagem. Ao final, não esqueça de baixar o nosso mapa no Google Maps.

Conhecer as melhores praias de Ilha Grande

Melhores praias de Ilha Grande: Praia de Lopes Mendes

Praia de Lopes Mendes. Foto: Vinicius Cainelli via Unsplash

Com mais de 100 praias catalogadas em Ilha Grande, não tem como escapar, seu roteiro sempre girará em torno delas.

Veja abaixo algumas das principais praias da ilha para visitar a partir da Vila do Abraão, via barco ou trilha:

Praias da Vila do Abraão

A praia principal da vila é o cais de chegada dos barcos do continente e de todas as regiões da ilha, por isso não é uma boa para passar o dia. Porém, uma curta caminhada leva a praias próximas e agradáveis. Para o lado direito da vila você encontra o início da trilha T10 e passa pelas praias da Julia, da Bica, da Crena e de Abraãozinho. Todas pequenas, de águas calmas e limpinhas.

Praia de Lopes Mendes

Frequentemente na lista de praias mais bonitas do Brasil e conhecida pela água azul-turquesa, essa praia é extensa e tem pouquíssima infraestrutura.

Para chegar até esse paraíso partindo da Vila do Abraão você tem algumas opções. Pode pegar um barco táxi até a Praia do Pouso e de lá fazer uma trilha de 30 minutos até Lopes Mendes (T11) ou, tendo disposição, começar a trilha ainda em Abraão (T10). Outra alternativa é fazer o passeio de lancha Super Sul, que tem como uma das paradas Lopes Mendes.

Praia do Aventureiro

Em uma pequena vila de pescadores, ela está dentro de uma área de preservação natural, o que garante seu aspecto rústico e intocado. O mar é multicolorido e a areia é muito branca e fina. É sem dúvidas uma das praias mais bonitas da ilha. A infraestrutura por lá é mínima, portanto leve comida e água.

As formas mais fáceis de chegar até Aventureiro são de passeios privativos de lancha (mais caro, porém garantirá mais tempo nesse lindo lugar) ou com o passeio Volta à Ilha, que tem uma parada de 50 minutos por lá.

Praia Dois Rios

Dois rios deságuam nessa praia onde as ondas chamam a atenção dos surfistas. Nela estão as ruínas do Presídio Cândido Mendes, do tempo que Ilha Grande, por seu isolamento, era usada para abrigar criminosos. Hoje no local está o Museu do Cárcere.

É possível chegar a Dois Rios pela trilha T14 ou com o passeio de barco Super Sul.

Enseada das Estrelas

Na Enseada das Estrelas estão lindas praias como a Saco do Céu, da Feiticeira, Iguaçu e a Praia de Fora. O tom do mar aqui é esverdeado e as águas tranquilas. Tem boas opções de restaurantes e bares e por isso é a região escolhida como parada para almoço de alguns passeios de barco.

Chegar até lá é possível com a trilha T02, que garante uma parada na Cachoeira da Feiticeira, ou com o passeio de barco Meia Volta à Ilha.

Fazer um passeio de barco

Passeio de barco em Ilha Grande

Foto: Alexsandre Almeida via Unsplash

Os passeios de barco em Ilha Grande levam para as mais diversas praias que a ilha e seu entorno oferecem, incluindo as praias acessíveis por trilhas. Por isso, se longas caminhadas no meio da mata não fazem o seu estilo, um barco resolverá o problema.

Veja abaixo os principais itinerários dos passeios de barco em Ilha Grande:

Meia volta à ilha

O roteiro explora a região norte da ilha. Percorre a Lagoa Verde e a Lagoa Azul (dois cartões-postais de Ilha Grande com bastante vida marinha), Saco do Céu, Praia do Amor e Praia da Feiticeira. Dura cerca de 6 horas.

Volta à ilha

É feita a volta completa por Ilha Grande e acessa praias difíceis de serem conhecidas para quem está hospedado na Vila do Abraão. Por isso, esse passeio fica entre os mais procurados.

Passa pela Praia dos Meros, da Parnaioca, de Caxadaço, de Maguariquessaba e, a estrela do passeio, a paradisíaca Praia do Aventureiro. Tem duração de 8 horas e percorre mar aberto, portanto o barco tende a balançar mais e pode ser cancelado de última hora devido a condições meteorológicas.

Ilhas Paradisíacas

Esse é o nome do passeio que explora algumas ilhas ao redor de Ilha Grande, mas cada agência oferece seu próprio roteiro. No geral, você visitará as ilhas de Cataguases, Botinas e Gipóia, a Praia da Piedade e a Praia do Dentista. A duração é de 6 horas.

Super Sul

O roteiro contempla as praias de Lopes Mendes, Caxadaço, Dois Rios e a Ilha do Jorge Grego, um paraíso para observar a vida marinha. Desbrava o sul de Ilha Grande, que é uma região de mar aberto. São cerca de 8 horas de passeio.

Conferir as melhores trilhas de Ilha Grande

Trilha do Pico do Papagaio em Ilha Grande

Vista da trilha do Pico do Papagaio. Foto: Ferran Feixas via Unsplash

Ilha Grande tem 16 trilhas oficiais e elas são identificadas de T01 a T16. São bem sinalizadas e há opções para todos os níveis. Abaixo, confira as principais trilhas de Ilha Grande:

T01 | Circuito do Abraão (4 km – circuito)

Trilha fácil e plana para percorrer algumas das praias da Vila do Abraão como a Praia Preta, a do Galego e o Poção. O final dela é em duas construções históricas, o Aqueduto e as Ruínas do Lazareto.

T02 | Aqueduto – Saco do Céu (9 km – ida)

O início dela é exatamente onde termina a T01, no Aqueduto. Considerada de nível médio, nela você conhecerá a Cachoeira da Feiticeira, as praias do Iguaçu, da Camiranga, do Perequê, de Fora, do Galo até chegar no Saco do Céu.

T10 | Abraão – Praia de Palmas – Praia de Pouso (6 km – ida)

A primeira etapa da trilha, até Palmas, é marcada por 4 km bastante íngremes. Já a segunda etapa, até Pouso, a trilha é por uma descida suave. Seu nível é considerado moderado.

T11 | Praia de Pouso – Lopes Mendes (1,2 km – ida)

Trilha fácil e com lindas vistas que leva até uma das mais famosas praias da ilha, a de Lopes Mendes. Para chegar de Abraão até Pouso você pode pegar um barco táxi ou, se tiver disposição, emendar a T10 com a T11.

T13 | Abraão – Pico do Papagaio (6 km – ida)

Trilha muito difícil e recomendada fazer somente com guia. Isso porque a subia é íngreme com pontos de escaladas. Lá de cima a vista compensa, já que o Pico do Papagaio é um dos pontos mais altos de Ilha Grande.

T14 | Abraão – Dois Rios (8 km – ida)

Essa é uma trilha difícil, com subidas, mas que vale a pena se tiver o preparo físico exigido. Dois Rios é uma praia praticamente deserta e no caminho é possível conhecer a Piscina do Soldado, um poço natural.

Baixe o mapa

Baixe o mapa abaixo e consulte de maneira fácil todas as atrações que comentamos nesse post.

Ao entrar em seu barco rumo a Ilha Grande, não se esqueça: deixe o estresse e os problemas no continente e viva intensamente o relaxamento e sossego que só uma ilha pode proporcionar.

Salve as nossas dicas no Pinterest!

Tags:     

«
»