TOPO

“Transporte público em Berlim: como usar o metrô, trem, tram e ônibus”

Transporte publico em Berlim 895x470 - Transporte público em Berlim: como usar o metrô, trem, tram e ônibus

Uma das principais características positivas de Berlim é a eficiência do seu transporte público. Graças a ele é possível gastar pouco e chegar a praticamente todos os pontos da cidade. Apesar disso, entender bem como funciona o transporte público em Berlim é fundamental na hora de preparar a sua viagem!

Uma curiosidade é o fato de ser possível se locomover até mesmo de trem dentro da cidade. Outra opção bastante comum é o tram, que é o bonde elétrico. Mas na capital alemã também existe metrô e, naturalmente, os ônibus.

A boa notícia é que o sistema de transporte público é totalmente integrado. Ou seja, o bilhete é único e vale para qualquer um dos meios de transporte. Além disso, a cobrança é dividida por zonas (A-B, B-C ou A-B-C) e pode, inclusive, integrar um dos aeroportos da cidade.

Para entender melhor sobre como usar o transporte público em Berlim, confira todas as dicas no artigo a seguir!

TRANSPORTE PÚBLICO EM BERLIM: COMO USAR O METRÔ, TREM, TRAM E ÔNIBUS

A primeira coisa para entender sobre o transporte público em Berlim é que ele é bom, funciona e é divido em zonas. Essas zonas são denominadas “A“, “B” e “C” e vão influenciar no tempo do trajeto e preço do bilhete.

Zonas A B C transporte publico Berlim - Transporte público em Berlim: como usar o metrô, trem, tram e ônibus

A zona A abrange o S-Bahn-Ring, uma linha ferroviária que circunda toda a região central de Berlim. A grande maioria dos pontos turísticos, como o Portão de Brandemburgo, a Alexanderplatz e a East Side Gallery ficam nessa zona. Por isso, muitas pessoas que visitam a cidade sequer saem dela.

Veja o que fazer em Berlim e confira a nossa sugestão de roteiro para 3, 4 ou 5 dias na capital alemã.

Enquanto isso, a zona B abrange a área circundante ao S-Bahn-Ring até os limites da cidade. Nessa zona ficava o Aeroporto de Berlim-Tegel, hoje desativado.

Já a zona C inclui distritos ao redor de Berlim, incluindo a cidade de Potsdam e o Aeroporto de Berlim-Brandemburgo, que foi recentemente inaugurado e agora concentra todos os voos da capital alemã.

Quanto aos meios de transporte público em Berlim, funcionam o metrô, o trem, o tram e os ônibus. O melhor é aquele te leva ao seu destino, então é bem provável que você utilize mais de um em sua viagem.

Entenda melhor sobre cada um deles e, ao fim, confira como e onde comprar o seu bilhete, quais são os valores, como validar e como planejar a sua rota.

Trem em Berlim

O transporte público ferroviário em Berlim é operado através do S-Bahn – abreviação para “Stadtschnellbahn”, que significa “trem expresso urbano”. As linhas que atuam no S-Bahn cobrem boa parte de Berlim e, inclusive, chegam a outras cidades. Confira o mapa:

Mapa trem Brelim S Bahn e1617623350208 - Transporte público em Berlim: como usar o metrô, trem, tram e ônibus

O S-Bahn irá conectá-lo a alguns pontos turísticos nos arredores de Berlim, como o Campo de Concentração de Sachsenhausen e a cidade de Potsdam. Já a linha S5 é uma das mais utilizadas pois para na estação Alexanderplatz, uma das principais de Berlim.

Outro destaque do trem é que graças a ele é possível ir do Aeroporto de Berlim-Brandemburgo até o centro da cidade, mas atenção: a viagem integra as zonas A-B-C. Portanto, se chegar por ele, é preciso comprar o bilhete das três zonas.

A frequência dos trens é alta e é difícil esperar mais de 10 minutos por um. Eles funcionam a partir das 4h30 e operam até por volta da meia-noite.

Tram em Berlim

No transporte público em Berlim você também encontra o tram, que é o bonde elétrico. Ele conta com 22 linhas e é ótimo para os turistas, pois dá pra rodar a cidade conferindo um pouco de cada região.

As estações normalmente são as mesmas dos ônibus e você não precisa dar sinal, já que eles param obrigatoriamente em todas quando há pessoas.

Apesar do tram ter uma boa abrangência, a maioria das linhas está no lado leste de Berlim devido à época da divisão do muro. Por isso, na zona central você dificilmente irá pegar esse transporte.

Metrô em Berlim

Com uma rede de 146km e 173 estações, o metrô é um dos principais meios de transporte público em Berlim. Chamado de U-Bahn (abreviação para Untergrundbahn), é bem fácil identificá-lo: onde houver o símbolo “U”, você saberá que há uma estação de metrô ali.

Nas estações maiores você pode encontrar os símbolos “S” e “U“, o que significa que existem trem e metrô ali.

Na figura a seguir você confere mais detalhadamente o mapa do metrô em Berlim:

Mapa metro Berlim e1617704561874 - Transporte público em Berlim: como usar o metrô, trem, tram e ônibus

Em geral, os turistas costumam usar mais algumas linhas específicas pela ligação com algumas zonas bem turísticas. As linhas U2, U5 e U8, por exemplo, têm conexão com a Alexanderplatz.

Junto com o trem, o metrô é o transporte público em Berlim que você mais irá utilizar na sua visita. O horário de funcionamento também facilita o deslocamento: das 5h até à 01h da madrugada. Aos finais de semana e no verão ainda podem haver linhas funcionando 24h.

Ônibus em Berlim

Dentre as alternativas de transporte público em Berlim, o ônibus é uma opção com ótima abrangência e também linhas noturnas. Você sempre encontrará uma parada por perto! Por outro lado, devido ao trânsito na cidade, essa não é a forma mais rápida de andar pela capital alemã.

Os turistas utilizam muito a linha 100, que liga o Portão de Brandemburgo à estação Alexanderplatz. Nos pontos de ônibus, você sempre encontrará um letreiro eletrônico indicando quanto tempo falta para o ônibus da sua linha chegar.

Assim como no tram, você não precisa fazer sinal para o motorista. Já sobre as linhas noturnas, elas circulam entre 00h30 e 04h30.

BILHETES PARA O TRANSPORTE PÚBLICO EM BERLIM

Valor dos bilhetes

Conforme dito acima, o sistema de transporte público em Berlim abrange trem, tram, metrô e ônibus. Portanto, os valores e passagens são unificados também, variando de acordo com as zonas a serem percorridas. Confira o preço dos bilhetes únicos:

  • A-B: 2,90 euros 
  • B-C: 3,30 euros
  • A-B-C: 3,60 euros

Crianças de até 5 anos não pagam, enquanto que crianças de 6 a 14 anos têm direito a uma passagem reduzida.

Cada bilhete é valido por duas horas, então você pode fazer trocas de transporte dentro desse período. Porém, não é possível retornar em direção ao ponto de origem com o mesmo bilhete.

Se o roteiro da viagem incluir muitas locomoções, pode ser interessante comprar um bilhete diário ou até mesmo semanal.

Nesse caso, o bilhete diário custa 8,80 euros para as zonas A-B ou 10 euros para as zonas A-B-C e é válido do momento da sua ativação até às 3h da manhã do dia seguinte.

Já o bilhete semanal tem custo 34 euros para as zonas A-B e 43 euros para as zonas A-B-C. A validade desse bilhete é de sete dias consecutivos, terminando à meia-noite do sétimo dia.

Outra opção muito interessante, especialmente para quem viaja a turismo, é comprar o Berlim Welcome Card, que garante transporte público ilimitado (pelo tempo escolhido) e desconto em atrações. Nesse caso, o valor depende do plano escolhido. Confira as opções com a nossa parceira Get Your Guide: 

 

Como comprar e validar o bilhete

E como se compra o bilhete? A primeira opção é comprar nas estações de trem e metrô em máquinas bem visíveis que ficam nesses locais. No caso do ônibus também é possível pagar ao motorista, enquanto no tram o pagamento no ato deve ser obrigatoriamente em moeda.

Você também não pode se esquecer de validar o bilhete e mantê-lo sempre consigo durante o trajeto para evitar multas. Para viagens de trem e metrô é possível encontrar máquinas de validação nas plataformas de embarque. Já no ônibus e tram, a máquina fica no interior dos veículos.

Outra possibilidade prática para quem viaja conectado é comprar os bilhetes online. No aplicativo BGV FahrInfo você pode, além de planejar as suas rotas, comprar todos os bilhetes online do seu smartphone – clique aqui para baixar. Nesse caso, a validação é automática no momento da compra.

Dicas para planejar a melhor rota

Como você percebeu, existem muitas opções de transporte público em Berlim e, como cada uma delas faz inúmeras rotas, não parece muito fácil planejar a viagem. Como quase tudo é escrito em alemão, o processo fica ainda mais difícil.

A dica, então, é lançar mão da tecnologia!

O bom e velho Google Maps é bem eficiente na hora de planejar rotas. É só colocar o ponto de origem e de destino, selecionar o ícone de transporte público e checar a melhor opção. Se você viaja sem um pacote de dados no celular, faça isso quando tiver uma conexão wifi disponível e, por segurança, tire print da rota e baixe o mapa offline (assim você ainda terá acesso ao GPS).

Agora, se você tiver acesso a internet e se virar no inglês (ou alemão, é claro), baixe o App da BGV FahrInfo. Com ele, além da possibilidade de comprar os bilhetes online, você terá informações ainda mais completas sobre as rotas, opções de transporte e zonas percorridas.

Otimize o seu tempo em Berlim!

Conhecer sobre o transporte público em Berlim é a melhor forma de otimizar o seu tempo na cidade. Isso vai te ajudar, inclusive, na hora de montar o roteiro. E não se esqueça de fazer as contas: se ficar mais de 3 dias na cidade, certamente alguma das opções de abono valerá mais a pena!

Tags:   

«
»