TOPO

“Onde se hospedar em Budapeste: melhores bairros e dicas de hotéis”

Se você está planejando uma viagem para Budapeste, pode ficar um pouco confuso com o tópico “localização”. A cidade é grande, bastante diversificada e, para complicar um pouco mais, cada região tem seus adoradores. Por isso, não há muita unanimidade sobre “onde se hospedar em Budapeste”.

Nos meses em que morei na cidade, pude entender mais sobre a sua organização e sobre o que, de fato, funciona bem para turistas.

Para te ajudar, reuni dicas sobre as melhores regiões para se hospedar em Budapeste e as características de cada uma. Assim, você conseguirá fazer uma escolha assertiva e adaptada ao seu perfil. Confira a seguir:

BUDA, PESTE E ÓBUDA: COMO BUDAPESTE ERA DIVIDA

Você sabia que Budapeste, da forma que conhecemos hoje, possui uma configuração relativamente recente? Até 1873 este território pertencia a 3 cidades: Buda, Peste e Óbuda.

Além das questões políticas envolvidas, o principal motivo para existir essa separação era geográfico. Isso porque as principais cidades, Buda e Peste, não só eram separadas pelo Rio Danúbio, mas também só eram acessadas por embarcações. A primeira e principal ponte de Budapeste, Széchenyi Chain Bridge (ou Ponte das Correntes), só foi inaugurada em 1849.

Buda sempre foi a capital do reino da Hungria, desde a união das tribos magiares, passando pela tomada do poder pelos Otomanos e pelo domínio dos Habsburgos durante o Império Áustro-Húngaro.

Diferente de Peste, que é muito plana, Buda possui um terreno mais acidentado. Dada a função militar, essa característica contribuiu para que o Castelo de Buda, o Bastião dos Pescadores e a Citadella fossem construídas no alto das colinas de Buda.

Peste, no entanto, foi a porção que mais se desenvolveu após a unificação das antigas três cidades, tornando-se o centro político e comercial de Budapeste. Atualmente, essa é a área mais populosa e movimentada da capital húngara. Também é onde estão posicionados o Parlamento, a Basílica de Santo Estevão, a Praça dos Heróis e vários dos principais pontos turísticos da cidade.


Leia também:


ONDE SE HOSPEDAR EM BUDAPESTE: MELHORES BAIRROS E DICAS DE HOTÉIS

Além da questão envolvendo as antigas cidades de Buda, Peste e Óbuda, é importante saber que Budapeste é atualmente divida em 23 Distritos, que seguem o padrão numeral.

Sem sombra de dúvidas, os melhores distritos para os turistas são o I, V, VI e VII:

Apesar da proximidade entre eles, cada um guarda características bem distintas.

Abaixo, você saberá os pontos positivos e negativos de se hospedar em cada um deles, além de conferir as minhas recomendações de hotéis.

Distrito I: o coração de Buda

Onde se hospedar em Budapeste: no Distrito I

Vista deslumbrante do Bastião dos Pescadores

No coração de Buda, o Distrito I reúne o Castelo de Buda, o Bastião dos Pescadores, a Igreja de São Matias e a Citadella, por exemplo. Como essa é uma das poucas áreas elevadas de Budapeste, garante algumas das vistas mais bonitas da cidade.

Por outro lado, é uma área mais residencial. Boa pedida para quem procura sossego, mas não possui tantos restaurantes e não há muito movimento à noite.

Outro ponto é que o distrito se conectava bem ao lado de Peste, do outro lado do Danúbio, através da famosa Ponte das Correntes. Contudo, atualmente a ponte está interditada para obras (a previsão de conclusão é para 2023).

Por isso, é melhor ficar próximo a uma estação de metrô caso essa seja a sua escolha de hospedagem.

Abaixo, veja as nossas sugestões de hotéis no Distrito I, em Budapeste:

Econômico
  • Benkoapartmenté um pequeno apartamento de 30 m², simples e completo. Fica em uma posição estratégica, entre o Bastião dos Pescadores e o Danúbio, e está a 5 min de caminhada de uma estação de metrô.
Bom custo-benefício
  • Ibis Budapest Castle Hill: a 15 min de caminhada do complexo do Castelo, esta unidade da rede Ibis está ao lado da estação de trem Budapest-Déli, também conectada ao tram e metrô. De padrão executivo, alguns quartos também possuem uma cozinha compacta.
  • Lizmary’s Wonderlandem uma área residencial de Buda, o local oferece estúdios e apartamentos confortáveis e bem equipados. Além disso, está bem próximo de uma estação de metrô.
Conforto
  • Hilton Budapest: com a vista mais requisitada de Budapeste, é praticamente uma extensão do Bastião dos Pescadores. O luxuoso hotel possui todas as comodidades de uma acomodação 5 estrelas, mas caso você esteja em busca do visual, certifique-se de que a opção escolhida possui a chamada “vista do Danúbio”.

Distrito V: o mais central e bonito de Budapeste

Onde se hospedar em Budapeste: Distrito V

A Basílica de Santo Estevão uma das ruas mais bonitas da cidade

O Distrito V é, sem sombra de dúvidas, a região mais bonita da cidade. Na minha humilde opinião, também é a melhor opção de onde se hospedar em Budapeste.

Nas margens do Danúbio, conta com um calçadão agradável, ruas comerciais e edifícios históricos que marcam o auge do Império Áustro-Húngaro.

Dentre os pontos turísticos do Distrito V, se destacam o Parlamento da Hungria, a Basílica de Santo Estevão, os Sapatos à beira do Danúbio (homenagem aos judeus vitimados no Holocausto) e a Fashion Street.

Algumas ruas desse bairro são restritas a pedestres, o que torna a caminhada na área bastante agradável. Além disso, a região é bem servida pelo tram e metrô, fazendo da locomoção a melhor possível.

O ponto negativo do Distrito V é o preço. Essa é a área mais valorizada da cidade e as tarifas das hospedagens seguem o padrão. As ruas também costumam ser mais movimentadas e muitos restaurantes seguem preços turísticos.

Confira as nossas recomendações de hotéis no Distrito V, em Budapeste:

Econômico
  • Maverick Hostel & Ensuitesde camas em quarto compartilhado a confortáveis quartos privativos, este hostel também dispõe de uma cozinha para uso comum e algumas cortesias. No mesmo prédio, ainda há um mercado 24h. De bônus, está do lado de uma estação de metrô.
  • Pal’s Hostel and Apartmentsa excelente localização proporciona uma vista imperdível da Basílica de Santo Estevão, no coração do Distrito V. Oferece acomodações compartilhadas e privativas, incluindo apartamentos para famílias.
Bom custo-benefício
  • Blue Luxury Apartment e Kálmán Apartman: próximos um do outro, ambos os apartamentos são confortáveis e comportam até 4 hóspedes. As acomodações também estão próximas do metrô e da estação de trem Nyugati, umas das principais de Budapeste.
  • Gateway Budapest City Center: a uma curta caminhada do Parlamento de Budapeste, este apart-hotel fica em um prédio renovado e oferece acomodações modernas, com cozinha, para até 4 pessoas.
Conforto
  • Prestige Hotel Budapestem uma área calma, entre o Parlamento e a Basílica, este elegante hotel 4 estrelas consegue entregar um bom custo-benefício apesar das tarifas mais elevadas. 
  • Kempinski Hotel Corvinus Budapest: excepcionalmente central, é um dos hotéis mais luxuosos de Budapeste e onde muitas celebridades escolhem se hospedar. Possui restaurantes, bares, cafeterias, spa, academia e sauna.

Distrito VII: onde a vida noturna acontece

Onde se hospedar em Budapeste: antigo bairro judeu

O famoso ruin bar Szimpla Kert é a cara do Distrito VII

Antes da Segunda Guerra Mundial, essa era uma área de grande concentração de judeus. Até hoje, algumas das mais importantes sinagogas de Budapeste seguem em pé no distrito, incluindo a Grande Sinagoga (maior sinagoga da Europa).

Depois de décadas abandonado e literalmente em ruínas após o trágico desfecho da guerra, começaram a surgir alguns movimentos de revitalização do bairro – muito por causa do valor acessível dos imóveis.

Hoje o Distrito VII é lar dos hipsters, jovens e descolados. Os prédios, ainda escuros e decadentes, agora também têm uma pegada industrial e de street art.

O bairro, que é extremamente central, é o coração da vida noturna de Budapeste e, na minha opinião, possui a maior concentração de bons restaurantes da cidade.

Outra vantagem é que as acomodações no bairro costumam ser mais econômicas. Aliás, é onde ficam os principais hostels da cidade. Dependendo do seu perfil, o ponto negativo fica por conta da barulheira, já que a noite por ali é animada.

Para se hospedar bem no Distrito VII, a minha dica é não se afastar muito da Avenida Károly, assim você conseguirá conhecer tudo a pé e também estará próximo do transporte público.

Econômico
  • Maverick City Lodge: moderno e com ambientes agradáveis, oferece quartos privativos e compartilhados com privacidade. Está próximo de vários bares, incluindo o famoso Szimpla, mas em uma rua sossegada para dormir.
  • Hostel One Budapest: com ótima localização, esta é uma boa opção para quem quer se divertir e conhecer pessoas. Diariamente, o hostel organiza jogos, passeios, festas e outras atividades para promover a interação entre os hóspedes.
Bom custo-benefício
  • Mango Aparthotel: oferece apartamentos simples, porém completos, na melhor área do Distrito VII. Está próximo de vários restaurantes e a uma curta distância da Avenida Károly e Distrito V.
  • Hotel Memories Budapest: também com excelente localização, este hotel 4 estrelas possui quartos confortáveis e decoração agradável. Já o diferencial fica por conta das amenidades: máquina de café no quarto, café da manhã incluído nas diárias e um bar com snacks e bebidas gratuitas durante todo o dia.
Conforto
  • Barceló Budapest: com ambiente moderno e quartos espaçosos, este hotel 4 estrelas possui ótima localização e conforto à altura das tarifas.

Distrito VI: bom custo-benefício

Onde se hospedar em Budapeste: Andrássy Avenue

A Praça dos Heróis com a Andrássy Avenue de pano de fundo

O Distrito VI é conhecido pela sua famosa Avenida Andrássy, que liga a Praça Elizabeth à Praça dos Heróis, e é outra excelente opção de onde se hospedar em Budapeste.

Por causa das suas muitas lojas de luxo, a avenida é frequentemente comparada à Champs-Élysées de Paris. Na minha opinião, é uma comparação exagerada – mas você provavelmente verá isso escrito em outros lugares.

As imediações da avenida são áreas mais residenciais, por isso você encontrará vários apartamentos e hospedagens no esquema Bed & Breakfast. E apesar da proximidade com o Distrito V, as tarifas costumam ser bem melhores, garantindo um bom custo-benefício.

Outra vantagem do Distrito VI é que a Avenida Andrássy é servida por várias estações de metrô, entregando transporte público fácil para qualquer canto da cidade.

Econômico
  • Pal’s Mini Hostelcom quartos privativos e compartilhados, este hostel está convenientemente localizado no meio da Avenida Andrássy e ao lado de uma estação de metrô.
  • Medos Hotel: básico, bem posicionado (perto do metrô) e com café da manhã incluído nas diárias, é a opção ideal para quem vai para o hotel apenas para dormir.
Bom custo-benefício
  • RYB Lofts Budapest: próximo na estação de trem Nyugati, oferece estúdios compactos, modernos e bem equipados em uma localização conveniente.
  • Up Hotel Budapestcentral e moderno, o agradável hotel 4 estrelas possui restaurante, academia, bar e lounge, dentre outras comodidades.
Conforto
  • Opera Garden Hotel & Apartments: com estúdios modernos e equipados com uma cozinha compacta, o apart-hotel possui acomodações para até 4 pessoas. Além do café da manhã incluído nas diárias, possui outras amenidades que fazem a tarifa valer a pena.
  • Hotel Moments Budapest: ainda na Avenida Andrássy, mas próximo na Basílica, este excelente hotel 4 estrelas possui instalações modernas e decoração impecável. Os hóspedes ainda contam com café da manhã incluso e podem usufruir de um restaurante no local.

ONDE SE HOSPEDAR EM BUDAPESTE

Como deu pra ver, Budapeste é uma cidade bastante diversificada. Por isso, não há um Distrito que vá agradar a todos os públicos e orçamentos.

Neste post, reunimos aqueles que são mais funcionais do ponto de vista turístico. Seja no Distrito I, V, VI e VII, você conseguirá explorar muitos dos pontos turísticos a pé.

Se hospede no Distrito VII se quiser curtir a vida noturna ou no Distrito I se busca sossego. O Distrito V garante uma posição extremamente central, mas o Distrito VI também entrega boa localização com tarifas mais amigáveis.

Faça uma boa escolha e aproveite a sua viagem!

Tags:   

«
»