TOPO

“Málaga, Espanha: o que fazer, onde se hospedar e mais dicas”

Cidade natal do famoso pintor Pablo Picasso, o destino andaluz surpreende pelos museus, praias e vida noturna agitada. Em resumo, há muito o que fazer em Málaga!

Ocupada por diferentes povos durante sua história, é um lugar multicultural e muito interessante.

Para completar, Málaga é banhada pelo sol praticamente o ano todo. Por isso, pode ser visitada em qualquer época.

Muitos viajantes deixam a cidade de fora do roteiro, preferindo Sevilha e Granada, mas acreditem, vale muito a pena incluí-la. Independente do seu perfil de viajante, é pouco provável que você não se encante por essa cidade vibrante.

Abaixo, você vai conferir todas as nossas dicas para conhecer Málaga. Saiba o que fazer, como chegar e se locomover, onde se hospedar e muito mais! Ao final, também poderá baixar o mapa das atrações para conferir durante a viagem.

ONDE FICA MÁLAGA

Málaga é a capital da Costa do Sol, localizada na Andaluzia, sul da Espanha. É uma das principais regiões turísticas da Europa e se estende ao longo do Mar Mediterrâneo. Está localizada a 536 km de Madrid, a 205 km de Sevilha e a 125 km de Granada.

Confira onde fica Málaga no mapa:


Leia também:


Como chegar e se locomover

Se locomover em Málaga é muito fácil, já que todas as atrações, museus, parques e praias estão no centro da cidade. Então, é possível fazer tudo caminhando.

Caso você queira visitar uma praia um pouco mais distante, pode ir de carro ou de ônibus, que tem linhas para os principais locais (o bilhete custa 1,40 €).

Alugar um carro na cidade acaba sendo uma opção mais interessante caso você opte por fazer um roteiro por várias destinos da Andaluzia, ganhando tempo e independência nas viagens.

Já para chegar em Málaga, tudo depende da sua origem. O mais comum é fazer uma viagem partindo de Sevilha, mas também é razoável sair de Madri e de outras cidades da Europa.

Confira, a seguir, as principais opções para chegar em Málaga:

De Trem

O trem é uma das melhores formas de ir a Málaga. Partindo de Sevilha, a viagem dura entre 2h e 3h, custando a partir de 25 € o trecho. Já partindo de Madrid, a viagem dura por volta de 3 horas. Consulte aqui todos os horários e valores.

De ônibus

Apesar de mais demorado, o ônibus é uma boa opção para quem deseja economizar. A viagem partindo de Sevilha leva cerca de 3 horas e custa menos de 20 € De Madri a viagem é longa, cerca de 8 horas, e custa 32 €. É possível comprar a passagem online, no site da Alsa, ou nas próprias estações de ônibus.

De carro

Alugar um carro é uma ótima alternativa para quem gosta de ter mais liberdade e pretende explorar os destinos próximos.

Partindo de Sevilha, o trajeto mais rápido é pela via A-92 – você levará cerca de 2 horas. Para quem sai de Madrid não é a opção mais recomendada, pois a viagem demorará mais de 5 horas.

De avião

Essa é uma opção para quem deseja começar a viagem por Málaga.

A cidade tem um aeroporto internacional, o Costa del Sol Airport (AGP), que recebe voos de Madrid, Barcelona e de várias cidades da Europa, como Lisboa, Londres e Roma.

QUANDO VISITAR MÁLAGA

A Costa do Sol é caracterizada pelo clima agradável, com verões quentes e invernos amenos. Nessa região, o sol aparece mais de 300 dias por anos. Então, a cidade é perfeita para ser visitada o ano todo.

Contudo, assim como em todas as cidades litorâneas, a alta temporada de Málaga é no verão, principalmente nos meses de julho e agosto. Apesar das temperaturas passarem os 35 ºC, a brisa do mar deixa o clima bem agradável. Você poderá curtir as praias, bares e festas no ápice da animação, no entanto os preços são mais elevados.

Para aproveitar o calor e fugir da lotação de turistas, opte pelos meses de maio, junho e setembro. Já para economizar e encontrar preços mais baixos, viaje entre outubro e fevereiro, mas saiba que apesar da temperatura amena, nessa época pode chover.


Leia também:


QUANTO TEMPO FICAR EM MÁLAGA

Apesar de ser a segunda maior cidade da Andaluzia, as atrações de Málaga se concentram no centro e você não levará tanto tempo para conhecê-las.

Se você não tem muito tempo e está com o roteiro apertado, 2 dias são suficientes para conhecer as principais atrações e curtir um pouco a cidade.

Porém, caso queira aproveitar mais as praias ou explorar os arredores da cidade, sugiro ficar 3 ou 4 dias.

ONDE SE HOSPEDAR EM MÁLAGA

A rede hoteleira de Málaga é excelente e oferece opções para diferentes perfis de viajantes.

Para quem vai turistar, o melhor local para se hospedar é o centro, onde fica a maioria das atrações. Já para quem quer curtir a praia, também há várias boas opções.

Confira, abaixo, as nossas sugestões de hospedagem em Málaga:

Econômico

Picnic Dreams Boutique Hostel: ao lado do museu Casa de Picasso, no coração de Málaga, está próximo a todas as atrações e a 15 minutos de caminhada da praia. A decoração é descolada e todos os quartos têm ar-condicionado, produtos de banho e toalhas. No térreo funciona um café e restaurante.

Carlos V Malaga: básico mas aconchegante, está a 250 m da Catedral e a 10 minutos da praia.

Bom custo-benefício

Hotel California: charmoso e a apenas 50 metros da Playa de la Malagueta, é uma boa escolha para quem quer aproveitar a praia. As principais atrações da cidade estão a 30 min de caminhada, mas há um ponto de ônibus em frente ao hotel.

Hotel Brö-Adults Only: é uma opção apenas para adultos, localizado no centro a 100 m da Plaza de la Merced. Conta com piscina ao ar livre, lounge, terraço e jardim.

Madeinterranea Suites: também no centro, está a 10 minutos de caminhada da praia e a 700 m da Alcazaba. Oferece lounge compartilhado e quartos antialérgicos, além de opção de diárias com café da manhã.

Conforto

Soho Boutique Equitativa: localizado numa área descolada, está a 800 metros da Playa la Malagueta e a uma curta caminhada das principais atrações turísticas. Tem uma decoração moderna e conta com bar, restaurante e piscina ao ar livre.

Hotel Molina Lario: uma boa opção para quem busca um pouco mais de luxo, possui quartos modernos e excelente localização. Tem uma piscina na cobertura com vista para a Catedral e também conta com um bar e restaurante.

Ilunion Málaga: quartos espaçosos, bom espaço social, piscina, academia e spa fazem desse hotel 4 estrelas uma das principais escolhas em Málaga. O centro da cidade também está a uma distância caminhável do local.

O QUE FAZER EM MÁLAGA

Alcazaba de Málaga e Castelo de Gibralfaro

O que fazer Málaga na Espanha: visitar a Alcazaba de Málaga e o Castelo de Gibralfaro

Foto: Getty Images

A Alcazaba de Málaga foi uma fortaleza construída pelos mouros. O local é bem preservado e foi posicionado numa colina, com vista para a cidade, porto e mar. Conta com belos jardins, pátios, terraços e fontes.

Outra atração imperdível por ali é o Castelo de Gibralfaro, construído para proteger a Alcazaba. Fica em uma parte mais elevada e pode ser acessado a pé a partir da própria Alcazaba, contudo a subida é bem íngreme. Do alto, é possível ter uma vista deslumbrante de Málaga e da costa.

O ingresso de ambos pode ser adquirido no local ou pelo site oficial. O preço apenas para a Alcazaba é de 3,50 €. Combinado com o Castelo, fica 5,50 €. Para conhecer melhor sobre a história do lugar, fazer um tour guiado também é uma opção interessante.

Teatro Romano

Teatro Romano de Málaga, na Espanha

Foto: Getty Images

Logo ao lado da Alcazaba, estão as ruínas do Teatro Romano, construído há 2000 anos.

O local mais antigo da cidade foi descoberto em 1951 durante obras no local. Sua estrutura continua praticamente intacta e hoje em dia são realizadas apresentações no local. A entrada é gratuita.

Centro histórico

Plaza de la Constitución no Centro Histórico de Málaga, na Espanha

Foto: Getty Images

O centro histórico concentra a maior parte das atrações e museus da cidade. É onde você verá a autêntica Málaga, vibrante, cultural e agitada. Suas ruazinhas estreitas de pedras e arquitetura típica dão um charme a mais ao local.

A Calle Marqués de Larios é a principal rua e é exclusiva para pedestres. Com uma bela arquitetura, é cheia de lojas, bares e restaurantes.

Veja também a Plaza de la Constitución, cercada de palmeiras e com uma fonte central. Aproveite para passar pela Pasaje de Chinitas.

Catedral de Málaga

Melhores atrações de Málaga na Espanha: Catedral de Málaga

Foto: Getty Images

Chamada de Santa Iglesia Catedral Basílica de la Encarnación, essa é uma das principais atrações de Málaga. Sua construção teve início no século XVI e demorou 200 anos, sendo que uma torre não foi finalizada.

A catedral é enorme, com teto decorado, belos vitrais, capelas e um órgão de 4000 tubos. Caso queria, é possível subir na torre de 87 m para ter uma vista panorâmica da cidade.

O ingresso geral para visitar a Catedral custa 6 €, enquanto o combo com a subida na torre custa 10 €. Você pode comprar no local ou no site oficial para evitar filas.

Museus

Se você gosta de arte, então Málaga é um prato cheio. Com mais de 30 museus, a cidade é a Capital Cultural da Andaluzia. Há opções para todos os gostos e interesses, incluindo o famoso Museu Picasso.

Dentre os principais museus, aqui estão alguns que valem a visita:

Museu Picasso
Museu Picasso em Málaga, na Espanha

Foto: Museo Picasso Málaga

Situado no edifício renascentista Palácio de Buenavista, possui uma exposição permanente de mais de 200 obras de Pablo Picasso, divididas cronologicamente e por estilos, materiais e técnicas. Além disso, exposições temporárias relacionadas ao artista também são sediadas no local.

O ingresso custa 9 € e pode ser comprado online para fugir das filas na bilheteria.

Museu Carmen Thyssen
Museu Carmen Thyssen

Foto: Museu Carmen Thyssen

Apresenta exposições de artistas espanhóis e, principalmente, andaluzes do século XIX, caminhando por diversos estilos.

O bilhete custa 10 € e pode ser comprado online.

Centre Pompidou Málaga
Centre Pompidou de Málaga, na Espanha

Foto: Centre Pompidou Málaga

Só a estrutura do prédio já é uma obra de arte.

Nessa filial do famoso Centre Pompidou de Paris (o primeiro fora da França), estão expostas mais de 80 obras de grandes artistas dos séculos XX e XXI. Só para citar alguns: Picasso, Henry Matisse, Fridah Khalo e Joan Miró.

Além disso, eventualmente também são instaladas exposições temporárias e programações culturais no local.

O ingresso geral custa 9 euros e também pode ser reservado online.

Praias

Playa de la Malagueta em Málaga, na Espanha

Foto: Getty Images

É impossível falar de Málaga sem mencionar as suas belas praias. Se você estiver viajando numa época de calor, vale a pena dedicar um tempo apenas para conhecê-las.

A Playa de la Malagueta e a Playa de la Caleta ficam ao lado uma da outra e são as mais centrais, muito frequentadas por turistas e locais. Têm ótima infraestrutura e são bem extensas.

Outra muito popular é a Playa de la Misericordia, um pouquinho mais afastada do centro. Esta praia tem uma longa faixa de areia escura e um um fenômeno conhecido como La Ola del Mellilero, que é a subida repentina da maré.

Ainda há as praias Pedregalejo, El Palo, El Campo de Golf e San Andrés que também valem a visita para curtir o sol e o calor.

Málaga Park e Muelle Uno

Atrações em Málaga, na Espanha: Muelle Uno e Málaga Park

Foto: Getty Images

No coração da cidade e pertinho do porto está o Málaga Park, com vegetação exuberante. Fica aberto 24 horas e é perfeito para uma caminhada ou para relaxar.

Pertinho do parque, em uma área super moderna, fica o Muelle Uno. Construído para renovar a região, é um calçadão com várias lojas e restaurantes de frente para o porto.

Na lateral, está o Paseo del Muelle Uno e o Palmeral de las Sorpresas: um local agradável e cheio de fontes, palmeiras, árvores e elementos divertidos. Perfeito para uma caminhada ao final do dia.

ONDE COMER EM MÁLAGA

Bodega El Pimpi na Espanha

Foto: El Pimpi

Além de ver lugares lindos, prepare-se para comer muito bem na sua viagem à Málaga.

A culinária típica da região é focada em peixes e frutos do mar. Você também encontrará muitas opções de pratos típicos espanhóis e andaluzes, como as croquetas e, é claro, as tapas.

A quantidade de bares e restaurantes é imensa, então pode ser difícil escolher. Para te ajudar, selecionei algumas boas opções. Confira:

El Pimpi

Localizado no centro histórico, é um dos restaurantes mais famosos de Málaga. Além da comida ser boa, tem ótimo custo-benefício – há entradas a partir de 4,5 € e peixes a partir de 11 €.

Como está sempre cheio, o ideal é fazer a reserva antes, mas, se quiser, fique no balcão e peça tapas ao invés de pratos principais.

Casa Lola

Essa é uma bodega super tradicional de Málaga, com autênticos pratos andaluzes. Fica no centro da cidade e costuma ficar bem cheio, então faça uma reserva ou prepare-se para esperar.

Servem ótimas opções de tapas, pratos e bebidas. Eu recomendo provar o vermute, gambas a la plancha e ensaladilla de pulpo.

La Tranca

Outra bodega bem tradicional, localizada no centro. Serve comida típica e é muito frequentada pela população local. É perfeita para beber algo e comer tapas, cujos preços são a partir de 1,60 €.

Minha sugestão é que prove as empanadas e a tortilla.

Marisqueria La Mayor

Localizado na Playa de La Misericórdia, esse é um ótimo restaurante para comer frutos do mar. O local é bem aconchegante e tem um ótimo preço, com porção de camarão frito por 7 € e paella de mariscos a 14 € por pessoa.

Mercado Central de Atarazanas

Outra ótima experiência gastronômica é visitar o mercado local. Além das barracas de frutas, verduras e peixe, há também bares que vendem tapas e muita comida típica espanhola. Vale a pena parar para conhecer a linda arquitetura e degustar alguns petiscos.

Baixe o mapa

Gostou das dicas? Salve o mapa das atrações no Google Maps do seu celular para não perder nada durante a viagem!

Salve as nossas dicas no Pinterest!

Tags:   

«
»