TOPO

“Porto de Galinhas: quando ir, onde ficar e mais dicas”

Porto de Galinhas possui algumas das praias mais bonitas do Brasil. A sua costa forma incríveis piscinas naturais, que mudam conforme a maré, onde é possível observar cardumes de peixes e muitos outros animais marinhos.

Não à toa, Porto de Galinhas é um dos destinos turísticos mais visitados de Pernambuco. Por isso, não espere muita tranquilidade. Apesar das paisagens paradisíacas, o lugar geralmente é bastante cheio – principalmente nos meses de verão.

Mas independentemente disso, uma viagem ao destino sempre vale a pena. Além das belas paisagens e diversidade de passeios aquáticos, Porto de Galinhas oferece uma estrutura super completa de bares, restaurantes e opções de hospedagem.

No post a seguir você irá conferir quando ir, como chegar, onde ficar e o que fazer em Porto de Galinhas.

ONDE FICA PORTO DE GALINHAS

Porto de Galinhas é uma praia e também distrito do município de Ipojuca, em Pernambuco. Fica a 60km de Recife e a 212km de Maceió, capital alagoana.

Confira onde fica Porto de Galinhas no mapa:

COMO CHEGAR EM PORTO DE GALINHAS

Para quem vai de outros estados, a melhor forma de chegar à cidade é através do Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes (REC), em Recife. De lá é possível seguir viagem de carro, ônibus ou transfer. Veja a diferença entre as opções:

Aluguel de carro:

Se o objetivo for apenas curtir as praias centrais, fazer o passeio de barco nas piscinas naturais ou aproveitar as mordomias de um resort, ter um carro à disposição não é uma grande necessidade.

Porém, essa é a melhor alternativa pra quem quer fazer vários passeios ou, até mesmo, visitar outros destinos do litoral pernambucano, como o Cabo de Santo Agostinho e a Praia de Carneiros.

Do Aeroporto de Recife a Porto de Galinhas são 52km de estrada e a viagem dura cerca de 1 hora.

Na nossa parceira Rent Cars é possível cotar o valor de todas as locadoras e alugar um carro com desconto.

Ônibus:

Diferente da viagem de carro, que levaria cerca de uma hora, a desvantagem do ônibus é que por ter muitas paradas, leva entre 2h e 2h30. A grande vantagem é o custo, que é bem menor do que as outras opções.

É possível pegar as linhas 195 e 191 tanto dentro do Aeroporto quanto no centro de Recife. Ambas levam a Porto de Galinhas. A primeira opção é de ônibus executivo e custa cerca de R$18, possui ar condicionado e tem menos paradas, por isso é um pouco mais rápida. Já a segunda é operada por ônibus convencional e a tarifa é de aproximadamente R$13. Caso vá na alta temporada, a linha executiva vale mais a pena.

Transfer:

Várias agências de turismo oferecem transfer de Recife a Porto de Galinhas. A tarifa média é de R$80 por pessoa (somente ida). A grande maioria dos hotéis e pousadas também oferecem esse serviço a um custo adicional, então vale a pena cotar com a hospedagem antes de fechar com uma agência.

O que vale mais a pena?

A melhor opção dependerá do perfil da sua viagem e do número de pessoas que irão com você. Mas, em linhas gerais, o ônibus é a alternativa mais econômica, enquanto o transfer é mais confortável e o carro possibilita maior liberdade de locomoção.

QUANDO IR A PORTO DE GALINHAS

Quando ir a Porto de Galinhas

Foto: Getty Images

Em relação ao clima, sem dúvida a melhor época para conhecer Porto de Galinhas é entre os meses de outubro a fevereiro. A temperatura média fica por volta de 28ºC e as chances de chuva são pequenas.

Conforme a alta temporada chega ao fim, as precipitações começam a aumentar gradualmente. Os meses mais chuvosos são de abril a julho. Por isso, apesar da temperatura ainda ser agradável, viajar para Porto de Galinhas nessa época é arriscar pegar chuva todos os dias.

Se você quer pegar tempo bom e fugir da alta temporada, a dica é aproveitar os meses de outubro e novembro. Por não serem os meses mais procurados, o preço da hospedagem e dos passeios em geral costumam ser menores. Quem viajar em novembro ainda terá a chance de ver o nascimento das tartarugas na praia, que acontece de novembro a março.

QUANTO TEMPO FICAR EM PORTO DE GALINHAS

Porto de Galinhas em si não é muito grande, então o tempo necessário dependerá muito do que você quer fazer. 

Em um roteiro de 3 dias é possível conhecer quase todas as atrações. Em 5 dias é possível fazer todos os passeios de Porto de Galinhas e ainda tirar um tempo para relaxar. Já em uma semana dá pra combinar a viagem com outros destinos do litoral pernambucano.

ONDE FICAR EM PORTO DE GALINHAS

Pra quem chega em Porto de Galinhas sem carro, o melhor é se hospedar na região central, também chamada de “Vila”. Já quem está motorizado, pode ficar também nas praias mais distantes, como a Praia de Macaraípe e a Praia de Muro Alto.

De um modo geral, os famosos resorts ficam mais afastados do centro e as pousadas e hostels mais próximos – mas sempre perto do mar.

Os resorts são tão comuns em Porto de Galinhas, que muitos viajantes acabam escolhendo o destino só para aproveitar esse tipo de hospedagem. Por isso, nas sugestões de onde ficar em Porto de Galinhas, separei três categorias: Resorts, Pousadas e Hostels. Confira as dicas:

Resorts

Na Praia do Muro Alto:
  • O Marulhos Resort possui vários apartamentos independentes com vista para o mar e estrutura completa para os viajantes. O Nannai Resort & Spa possui um clima mais zen, com opções de estadia nos bangalôs, apartamentos e quartos. Já o Summervile Resort possui boa estrutura para famílias e sistema all inclusive
Na Praia do Cupê:
  • O Vivá Porto de Galinhas Resort fica de frente para a praia, com uma infraestrutura completíssima e claro, vista de tirar o fôlego. Já o Cupê Beach Living é uma opção mais simples comparada às anteriores, mas por ter tarifas mais econômicas, é bastante concorrido.

Pousadas

No Centrinho:
Na Praia Porto de Galinhas:

Hostels

No Centro:
  • O Galinha d’Angola, que além de moderno está muito bem localizado, possui um ótimo custo benefício. Outra opção com ótimas avaliações no centro é o Ô Hostel
Na Praia de Maracaípe:
  • A melhor opção do local é o Hostel Palawan, que possui um dos melhores preços de Porto de Galinhas para quartos compartilhados.

O QUE FAZER EM PORTO DE GALINHAS

O que fazer em Porto de Galinhas

Foto: Getty Images

Conhecer as piscinas naturais

Essa é a principal atração turística do lugar, então ainda que a sua estadia seja de apenas 2 dias, a dica é que você inclua esse passeio no seu roteiro. Quando conheci as piscinas, a maré estava baixa, então foi possível ir pelo mar e caminhar tranquilamente pelos arrecifes até chegar às piscinas. Mas vá de chinelo ou com algum sapato apropriado para andar dentro da água, já que os corais machucam os pés.

Caso a maré esteja cheia, você precisará contratar algum passeio de jangada que te leve ao local. Como o preço é tabelado, o valor será de R$ 40 por pessoa.

Curtir as praias

As mais conhecidas da região são a do Cupe, a Maracaípe e a Porto de Galinhas, que é a maior delas. Se você tiver um pouco mais de tempo, conheça as outras opções: Praia do Muro Alto, Gamboa, a Enseadinha, a Toquinho, Cacimbas, Serrambi, Cabo de Santo Agostinho e Carneiros. As últimas duas são mais distantes, localizadas a 50 minutos de carro de Porto de Galinhas.

Passeio de Buggy

O percurso mais conhecido desse tipo passeio é o que leva de uma ponta à outra de Porto de Galinhas, passando por todas as praias. Essa é uma ótima dica de Porto de Galinhas caso você tenha pouco tempo para conhecer o lugar. Mas além das praias, você também desfrutará de outras lindas paisagens pelo caminho. O valor médio gira em torno de R$300 para 4 pessoas.

Passeio de barco

Existem várias opções para esse tipo de passeio: catamarãs, lanchas, jangadas e outras embarcações que passeiam pelas águas transparentes de Porto de Galinhas. Elas variam de porte,  preço, tempo e trajeto. Dentre todas as opções a minha dica é: faça o de lancha até a Ilha do Seixo. O trajeto custa em torno de R$60 por pessoa e vale muito a pena, pois é possível passar algumas horas desfrutando o local.

Andar pela feira de artesanatos e centro comercial

Eu acho difícil conhecer um lugar sem provar a gastronomia e conhecer o artesanato local. Acredito que são eles que tornam a experiência de viajar completa.

Por essa razão a feirinha de artesanato não pode ficar de fora das dicas de o que fazer em Porto de Galinhas. Ela fica localizada no centro da cidade e é uma ótima opção de atividade noturna, já que ali você também encontrará diversos restaurantes e bares para continuar a sua noite em Porto de Galinhas.

Visitar os Museus das Tartarugas e o Hippocampus

Os dois locais são grandes responsáveis pela preservação da vida marinha, tão presente em Porto de Galinhas. Enquanto o primeiro é mais focado na vida das tartarugas, o segundo é na dos cavalos marinhos. Além da visitas informativas você poderá contribuir com a manutenção das ONGs. A entrada custa R$12 e R$20, respectivamente.

Bate e volta em Recife

Se você for de avião para Porto de Galinhas, de qualquer forma passará por Recife. Então aproveite ao menos um dia da sua viagem para conhecer o centro histórico da cidade. Para isso, você pode inclusive contratar um city tour para aprender sobre a história local.

Provar a culinária local

Se assim como eu, você não é da região, precisa aproveitar os sabores locais. São muitas opções de pratos, principalmente os com frutos do mar. Dentre os doces eu destaco em primeiro lugar o bolo rolo, seguido do bolo souza leão e o cartola. De opções salgadas, o arrumadinho, a carne de sol e o escondidinho de macaxeira.

Quer ver dicas mais completas do destino? Leia o post sobre o que fazer em Porto de Galinhas, com 9 atrações imperdíveis para conferir.

Tags:    

«
»