TOPO

“Como ir do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle ao centro de Paris”


O Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle (CDG) é o principal aeroporto da Cidade Luz e um dos mais movimentados de toda a Europa, recebendo por ano cerca de 57 milhões de passageiros. Com excelente infraestrutura, quem desembarca nele não encontra dificuldades para chegar ao seu hotel em Paris.

Por mais que o Charles de Gaulle não fique exatamente na capital francesa – ele fica na cidade vizinha de Roissy, a cerca de 30 km do centro de Paris -, há uma boa variedade de meios de transporte para fazer o trajeto.

Neste artigo, listamos as principais alternativas de locomoção para ir do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle ao centro de Paris, das mais econômicas às mais confortáveis. Confira todos os detalhes a seguir!

sumáriodivisor sumário

COMO IR DO AEROPORTO DE PARIS-CHARLES DE GAULLE ATÉ O CENTRO

O Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle é a principal porta de entrada da França. Ele recebe voos de companhias aéreas de todo o mundo, assim como rotas diretas do Brasil, a partir de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Para sair do Charles de Gaulle e chegar ao centro de Paris você poderá usar trem, ônibus, táxi, transporte por aplicativo, transfer ou ainda carro, caso esteja nos seus planos alugar um.

Entenda abaixo qual funciona melhor para você:

De trem

Trem RER do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle

Foto: Leonid Andronov

O trem liga o Aeroporto Charles de Gaulle a Paris de forma eficiente e econômica.

Servido pela linha RER B, existem duas estações de trem dentro do aeroporto: uma no Terminal 1 (Aéroport Charles de Gaulle 1) e outra no Terminal 2 (Aéroport Charles de Gaulle 2 TGV).

Este trem faz paradas em diversas estações de Paris, muitas delas próximas a áreas turísticas. Além disso, o RER B também para em estações que se conectam com o metrô, caso você precise fazer uma baldeação.

As estações mais centrais de Paris cobertas por essa linha são:

  • Paris-Gare du Nord
  • Châtelet – Les Halles
  • Saint-Michel Notre Dame
  • Luxembourg
  • Port-Royal
  • Denfert-Rochereau

Abaixo, você pode ver o mapa da linha na zona central de Pairs (clique aqui para ver todas as paradas e conexões em alta resolução):

Em média, o percurso de trem entre o Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle e o centro leva cerca de 45 minutos. O valor da passagem é de €11,80 e o serviço está disponível diariamente das 4h50 até 00h15, com saídas a cada 20 minutos.

No entanto, tenha em mente que esses trens tendem a estar bem cheios durante horários de pico e, caso esteja com muitas malas, pode não ser muito confortável.

De ônibus

Ônibus que vai do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle à Ópera

Foto: DADIDOU via Flickr

A segunda alternativa de transporte público para quem desembarca pelo Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle são os ônibus.

Neste caso, existem duas opções, os ônibus de linha e o RoissyBus.

RoissyBus

O RoissyBus liga o Charles de Gaulle à Ópera Garnier, no centro de Paris, em uma rota direta. Por isso, é uma escolha confortável principalmente para quem se hospedará nessa região.

Além disso, em frente à Ópera de Paris está a estação Opéra, atendida pelas linhas 3, 7 e 8 do metrô.

O bilhete do RoissyBus custa €16,60. O ônibus parte diariamente dos terminais 1, 2AC, 2D, 2EF e 3 do Charles de Gaulle, das 6h às 00h30, com uma frequência média de 15 a 20 minutos. A viagem dura cerca de 1 hora.

Ônibus de linha

Duas linhas de ônibus regulares ligam o aeroporto ao centro de Paris, a RATP 350 e RATP 351. Usá-las será a forma mais econômica para fazer o percurso, porém será também a mais demorada e menos confortável.

A RATP 350 tem como ponto final a Porte de la Chapelle, estação de metrô do 18.º arrondissement, no extremo norte de Paris. A partir dela, você acessa a linha 12 do metrô. O tempo total dessa rota de ônibus é de 1h10.

Já o ônibus RATP 351 vai até a estação Nation, que por sua vez é servida pelas linhas 1, 2, 6 e 9 do metrô. Ou seja, deste ponto você poderá se deslocar para diversas regiões de Paris. O trajeto total deste ônibus é estimado em 1h20.

Os bilhetes para ambas as linhas custam €2,15 se adquiridos nas máquina de venda das estações ou €2,50 se comprados direto com o motorista dentro do ônibus. Eles param nos terminais 1, 2AC e 2BD do Charles de Gaulle.

De táxi

Sinal de táxi que fica em cima dos carros em Paris

Foto: Getty Images

Apesar de ser mais caro, o táxi é uma das formas mais cômodas e práticas para ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris, especialmente para quem tem bagagens pesadas. Além disso, pode ser vantajoso economicamente para quem viaja com mais pessoas.

Embora os táxis de Paris utilizem taxímetro, os táxis do aeroporto oferecem tarifas fixas para as corridas a partir do Aeroporto Charles de Gaulle.

As tarifas para o centro variam conforme o destino final: se você vai para a margem direita do rio Sena (Rive Droite), no norte da cidade, pagará €56 pelo táxi para até 4 pessoas; enquanto as corridas para a margem esquerda (Rive Gauche), no sul da cidade, custam €65.

Ao desembarcar, basta seguir as sinalizações que levam até os pontos de táxi oficiais do aeroporto, encontrados em todos os terminais. Evite as abordagens nas áreas de desembarque, pois geralmente são feitas por motoristas clandestinos.

O pagamento pode ser feito em dinheiro ou com cartão, mas nem todos os taxistas possuem a maquininha em funcionamento. Vale a pena perguntar antes da reserva.

De Uber

Mulher solicitando corrida por aplicativo em aeroporto

Foto: Getty Images

Com preços semelhantes aos dos táxis, você também pode sair do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle de Uber, o serviço de transporte por aplicativo que melhor atende a capital francesa.

As tarifas são dinâmicas e, portanto, variam de acordo com o horário, a demanda, a distância percorrida, o trânsito e outros fatores. Em nossa simulação, uma corrida até o centro de Paris custou aproximadamente €57 na data de publicação deste artigo.

A desvantagem em relação aos táxis é que, além de precisar solicitar o veículo pelo aplicativo e aguardar alguém aceitar a corrida, o embarque é um pouco mais complicado. Isso acontece porque os carros de aplicativo só podem acessar a área de embarque e não estão autorizados a estacionar. Com o valor tão próximo ao dos táxis, pode não valer muito a pena.


Leia também:


De transfer privado

Motorista de transfer privativo abrindo porta do carro

Foto: Getty Images

O transfer privativo é uma alternativa mais cara, mas é uma excelente opção para quem deseja chegar em Paris sem se preocupar com nada. Nesse tipo de transporte, você combina o destino e o horário de chegada previamente, garantindo que o motorista estará esperando por você logo no desembarque, com uma placa de identificação.

Várias empresas oferecem esse serviço, e as opções podem variar em termos de conforto e espaço. Por exemplo, você pode escolher entre carros de luxo, veículos executivos ou vans espaçosas, dependendo das suas necessidades e preferências. Isso faz com que os valores também variem, é claro.

No serviço de transfer ofertado pela nossa parceira Civitatis, a viagem para até 4 pessoas sai por €94, enquanto uma van para até 6 passageiros sai por €107.

De carro alugado

Caso sua viagem se limite a Paris, ter um carro é totalmente dispensável. O trânsito na cidade pode ser bastante complicado, e encontrar estacionamento é ainda mais difícil. Além disso, o metrô é muito eficiente, conectando diversos pontos da cidade. Táxis, carros de aplicativos e transportes alternativos, como bicicletas, também estão disponíveis.

Apesar disso, alugar um veículo pode ser uma boa alternativa para quem busca independência para visitar destinos turísticos próximos à cidade, como o Château de Versailles ou a Disneyland Paris (embora opções de transporte público também estejam disponíveis), ou para fazer uma viagem de carro pelo interior da França.

O Aeroporto Charles de Gaulle reúne muitas locadoras, e, por isso, as tarifas costumam ser competitivas. No entanto, aconselho fazer a reserva com antecedência, especialmente durante a alta temporada, quando a demanda aumenta.

Para comparar os preços das locadoras e fazer sua reserva, recomendamos a Rentalcars, que, além de confiável, costuma garantir boas ofertas.

COMO IR DO AEROPORTO CHARLES DE GAULLE AO AEROPORTO ORLY SEM DIFICULDADES

Trem monotrilho do aeroporto de Orly, o OrlyVal

Monotrilho OrlyVal | Foto: Julien Pauwels via Flickr

Depois do Charles de Gaulle, o segundo maior e mais importante aeroporto da capital francesa é o Aeroporto de Paris-Orly (ORY). Os dois estão a 42 km de distância um do outro.

Para quem faz uma conexão em Paris, pode acontecer de chegar pelo aeroporto Charles de Gaulle e ter o segundo voo partindo do Orly, ou vice-versa. Embora não seja o cenário ideal, se esse for o seu caso, você tem algumas alternativas para se locomover entre os dois aeroportos:

  • Trem RER B: a linha RER B parte do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle e chega ao Orly, sendo a alternativa mais econômica para o trajeto. Contudo, o trem não tem uma parada específica em Orly como tem no Charles de Gaulle. Nesse caso, desça na estação RER Antony e, de lá, pegue o OrlyVal, um monotrilho que atende os terminais 1, 2, 3 e 4 do aeroporto. Para fazer esse percurso completo, você pagará €25,30 e levará cerca de 1h30;
  • Táxi ou Uber: espere levar ao menos 45 minutos de carro entre os dois aeroportos (mais tempo se for em horário de pico). De táxi, a corrida será calculada pelo taxímetro e custará aproximadamente €75. Já de Uber, o preço será, em média, €60;

  • Transfer privado: esse será o método mais caro (€96,50 em um carro para até 4 pessoas com a Civitatis), mas, por outro lado, será o mais eficiente e prático, principalmente se você não tiver muito tempo para a conexão.

MELHOR FORMA PARA IR DO AEROPORTO CHARLES DE GAULLE AO CENTRO DE PARIS

A melhor forma de ir do Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle ao centro da cidade dependerá de suas preferências, hospedagem e, é claro, orçamento.

Os trens oferecem uma boa relação custo-benefício, enquanto os ônibus de linha são a opção mais econômica. No entanto, em ambos os casos, será provavelmente necessário utilizar outro meio de transporte, como o metrô, para chegar ao seu hotel.

O ônibus RoissyBus é mais confortável e é uma excelente escolha para quem se hospedará na região da Ópera Garnier, que é muito central.

Já quem prioriza praticidade e conforto têm disponíveis opções como o táxi, Uber e transfer privativo. Por fim, alugar um carro é uma opção mais interessante para quem planeja explorar as estradas francesas.

Você sabia?

O Viaja que Passa ganha uma pequena comissão a cada reserva que você faz através dos links dos nossos parceiros. Você não paga nada a mais por isso e nos ajuda a continuar publicando conteúdos autorais e imparciais para ajudar na sua viagem!

Tags:  

«
»