TOPO

“Estrasburgo: o que fazer, onde se hospedar e dicas”

A região da Alsácia é uma das mais apaixonantes da França. A mistura de culturas e influências combina muito bem com o lado histórico, romântico e gastronômico.

Mas afinal, o que fazer em Estrasburgo?

Caso você não saiba, a cidade é a sede oficial do Parlamento Europeu graças a um acordo assinado após a II Guerra Mundial – embora as funções parlamentares também sejam exercidas em Bruxelas e Luxemburgo. Por esse motivo, Estrasburgo possui uma grande importância política e abriga o Parlamento Europeu, Conselho Europeu e a Corte Europeia de Direitos Humanos.

Porém, um roteiro ao destino o não se resume à visita ao Parlamento. Há muito mais para ver: o centro histórico, os mercados de Natal (se você for em dezembro) e a famosa Petite France.

Neste artigo você irá conferir todas as nossas sugestões de atrações e várias outras dicas que te ajudarão a preparar uma visita incrível a Estrasburgo!

ONDE FICA ESTRASBURGO

No extremo leste da França, Estrasburgo é separada da cidade alemã de Kehl pelo Rio Reno.

A cidade fica a 490km de Paris (mas a menos de 2 horas de trem), a 220km de Frankfurt e a 230km de Luxemburgo.

Confira onde fica Estrasburgo no mapa:

Como chegar e se locomover

Antes de saber o que fazer em Estrasburgo, é importante conhecer as opções para ir até a cidade. O caminho mais comum é partir de Paris.

De trem

Com o trem de alta velocidade você pode fazer o trajeto em cerca de 1h45, mas o bilhete sai por volta de 40 euros. Se comprar com antecedência, pode conseguir algum desconto. Contudo, é possível ir de trem partindo de várias origens, inclusive de países vizinhos.

Ônibus

Outra alternativa é o ônibus, que é mais barato, porém uma viagem mais longa. Eu saí de Paris e fiz a viagem noturna com a FlixBus, que durou cerca de 9h. O preço é mais econômico e você pode pagar em reais mesmo, o que é uma grande vantagem.

Avião

Há também um aeroporto em Estrasburgo, por isso pode ser uma boa opção caso esteja em outra região da Europa. Em relação às viagens partindo do Brasil, não há voos diretos, então terá alguma mudança para fazer, normalmente em Paris.

Carro

Se você planeja para explorar a região da Alsácia, uma boa alternativa também pode ser alugar um carro.

Na nossa parceira Rent Cars você pode comparar o valor de todas as locadoras e pagar em reais sem cobrança de IOF.

Locomoção

Quanto à locomoção em Estrasburgo, você poderá fazer tudo a pé se estiver hospedado no centro histórico.

Caso esteja mais distante, a melhor opção é usar o transporte público local. Você pode usar o tram ou o ônibus, que possuem bilhete integrado. O unitário custa 2 euros, mas tenho uma dica: se comprar para duas pessoas junto, sai por 3,50 euros.

QUANTO TEMPO FICAR EM ESTRASBURGO?

Há muito o que fazer em Estrasburgo e arredores, por isso um roteiro ideal teria pelo menos três dias. Contudo, se você tiver dois dias para a visita, ainda poderá aproveitar bastante a cidade.

Muitas pessoas optam por fazer o bate e volta de Paris para Estrasburgo. Ele é válido? Se você realmente quer conhecer a cidade, eu diria que sim.

A parte mais atraente de Estrasburgo é bem fácil de ser visitada em um dia, mas é claro que você não vai perder muitas horas em museus, por exemplo. Será uma viagem mais rápida, mas ótima para conhecer Estrasburgo.

Porém, quem tiver pelo menos três dias conseguirá explorar e aproveitar muito mais. Há várias cidades nos arredores para visitar, incluindo uma passadinha na Alemanha. Portanto, opte por estender o seu tempo, caso seja possível.

ONDE SE HOSPEDAR EM ESTRASBURGO

Como já falamos, dá pra fazer tudo a pé na cidade caso você esteja bem hospedado. Por isso, esse deve ser o primeiro ponto a se pensar na hora de programar uma viagem para Estrasburgo.

Pensando em localização, o ideal é ficar próximo ao centro histórico de Petite France – mas saiba que essa é uma região bastante valorizada. Porém, se você encontrar uma hospedagem 10 minutos a pé da Catedral, por exemplo, ainda estará bem localizado.

Em volta do Parc de l’Orangerie ainda é uma boa região, mas com uma caminhada mais longa até o centro. Além disso, quanto mais perto dos prédios da União Europeia, mais cara a hospedagem.

A seguir, confira as nossas sugestões de hospedagem em Estrasburgo:

Econômico
  • The People Hostel: a 500 m da Catedral de Estrasburgo, é uma boa opção econômica para viajantes solo. Possui quartos compartilhados com um ambiente moderno e agradável, restaurante e bar. Atenção às tolhas de banho, que são cobradas à parte;
  • Ibis Budget Strasbourg Centre Republique: outra opção econômica, o hotel segue os padrões da rede, com acomodações simples e modernas, recepção 24h, serviço de depósito de bagagem e um pequeno bar. Embora não seja tão central, se locomover a pé dali ainda não será um problema.
Bom custo-benefício
  • Ibis Strasbourg Centre Les Halles: também da rede Ibis, a opção é mais central e possui melhor estrutura. Está a a praticamente uma ponte de distância da Grande Île e a 900 m da estação de trem. Todas as acomodações possuem ar-condicionado e são acessíveis por elevador (algo raro nos prédios mais antigos);
  • Couvent du Franciscain: a 10 min de caminhada da Catedral de Estrasburgo, fica em um prédio antigo inteiramente reformado. As ocupações não são muito espaçosas, mas são confortáveis e possuem ar-condicionado. Possui um bar e recepção 24h.
Conforto
  • Hotel Rohan: o 4 estrelas fica em um prédio antigo e renovado no coração da Grande Île, bem próximo da Catedral. Os quartos são confortáveis e o café da manhã (pago à parte) é muito elogiado;
  • Maison Rouge Strasbourg Hotel & Spa: com uma excelente localização, é uma opção mais luxuosa (e cara). O hotel 5 estrelas possui quartos espaçosos, bom café da manhã, um restaurante e spa.

O QUE FAZER EM ESTRASBURGO

Agora que já vimos alguns pontos cruciais para a organização da viagem, vamos à melhor parte: o que fazer em Estrasburgo!

Antes de qualquer coisa, é importante saber que algumas atrações dependerão da época do ano que você fará a visita e do tempo que você terá disponível. Mesmo assim, as dicas são bastante adaptáveis. Prepare o seu roteiro de acordo com as suas preferências!

Para auxiliar no planejamento, ao final do artigo você também poderá conferir e baixar o nosso mapa de Estrasburgo com todas as atrações sugeridas.

Grande Île

Catedral de Estrasburgo

Foto: Getty Images

É na Catedral de Notre Dame que começa a vida no centro histórico de Estrasburgo, na Grande Île. A igreja, que já foi considerada a mais alta do mundo, é curiosa: tem uma só torre.

Ela é realmente bonita e vale a visita, especialmente por conta do seu relógio astronômico. Às 12h, quando o relógio toca, há um tour no local e é transmitido um filme sobre a sua história. O custo é de 2€.

Se é fã de museus e quer incluir nas dicas de o que fazer em Estrasburgo, pode aproveitar o Palácio Rohan, ao lado da Catedral. Nele estão três museus importantes da cidade, o Arqueológico (6,5 €), de Belas Artes (6,5 €) e de Artes Decorativas (6,5 €).

Na Place du Château, ao lado da Catedral, há ótimos restaurantes e lojas de souvenires. Alguns artistas de rua também costumam ficar por ali, o que deixa o clima do lugar ainda mais especial.

Aproveite para explorar e se perder pelas ruas nos arredores. Sem dúvida, essa é a melhor dica que posso compartilhar sobre o que fazer em Estrasburgo!

Petite France

O que fazer em Estrasburgo: conhecer a Petite France

Foto: Getty Images

A minha dica preferida para você incluir no roteiro de o que fazer em Estrasburgo é certamente explorar a Petite France. Contextualizando um pouco, o bairro ficou conhecido por esse nome quando a cidade esteve sob ocupação alemã.

Naquele período, esse era considerado um “reduto” francês, que era mal visto na época.

Por conta da influência dos alemães, a arquitetura característica do país ainda resiste e mostra bem a mistura de etnias da cidade. Hoje, esse é o principal ponto turístico de Estrasburgo.

A Petite France também encanta por ser cortada por vários canais. Na região, há muitos restaurantes e lojas locais para você experimentar o melhor da culinária francesa e alemã, pois ambas seguem influenciando Estrasburgo.

Quem tem a oportunidade de visitar a cidade no final do ano ainda tem um bônus: o famoso Mercado de Natal de Estrasburgo. Esse é, aliás, o maior mercado de Natal da França. E é na Petite France que você encontrará o evento em destaque.

Place Gutenberg

Place Gutenberg, Strasbourg

Foto: Getty Images

Um bom local para conhecer a vida central de Estrasburgo é a Place Gutenberg. Por ali você encontra lojas, cafés e restaurantes com um clima bem local. 

Na praça também está o bonito prédio da Câmara do Comércio, todo em estilo renascentista.

A minha dica é parar em um dos locais da praça e apreciar uma bebida (quente ou fria) no meio da tarde.

Place Kléber

Melhores Atrações em Estrasburgo, França: Place Kléber

Foto: Getty Images

Mais uma praça, é verdade, mas desta vez é a principal da cidade. Por ali acontecem feiras, eventos culturais e uma série de atividades. Se fizer a visita no Natal, certamente passará por ela: é o local que recebe a árvore.

A praça é ótima e ao redor dela há vários serviços que você pode precisar na viagem, como um supermercado e cafés com Wi-Fi. Se for no final de semana, procure ir cedo para aproveitar as feiras.

Passeio pela margem do rio

Passeio de barco em Estrasburgo

Foto: Getty Images

Durante o seu roteiro em Estrasburgo, inevitavelmente você passará muitas vezes pelo Rio III, que corta a cidade. Reserve um tempo para percorrer a margem com calma. Se quiser fazer isso alugando uma bicicleta, melhor ainda!

Outra opção agradável é fazer um passeio de barco pelo rio. Você também encontrará ótimos restaurantes ao longo da margem e, inclusive, em alguns barcos.

Confira na parceira Get Your Guide os melhores passeios ofertados:

 

Alsatian Museum

Alsatian Museum

Foto: Visit Alsace

Uma das minhas curiosidades em Estrasburgo era entrar em uma das típicas casas da cidade e ver um pouco de como era a vida antigamente. Felizmente, isso é possível no Alsatian Museum, que conta a história da região da Alsácia.

Ele fica em uma casa típica da região e faz você se sentir como em uma viagem no tempo. Além disso, o museu possui vários artigos originais e conta muito bem a história local.

O museu abre das 10h às 18h e não abre terça-feira. O valor do bilhete é de 6,5 € para adultos e 3,5 € para estudantes.

Igrejas de Estrasburgo

Église Saint-Paul em Estrasburgo

Église Saint-Paul. Foto: Getty Images

Outra dica interessante de o que fazer em Estrasburgo é visitar uma (ou várias) de suas incríveis igrejas medievais:

  • Église Saint-Thomas (abriga o túmulo de Marechal de Saxe);
  • Église Saint-Pierre-le-Vieux;
  • L’église Saint-Étienne;
  • Église Saint-Pierre-le-Jeune.

Todas elas são incríveis e contam um pouco da história mais antiga da cidade. Porém, não deixe de visitar também a Igreja de São Paulo de Estrasburgo (Église Saint-Paul), que é mais nova e muito bonita.

A visão da igreja andando pela margem do rio ao fim de tarde é inesquecível. Você vê o prédio de longe e ele parece brilhar. Aproveite que a visita é gratuita e não deixe de entrar!

Ponts Couverts

Pontes cobertas de Estrasburgo, na França

Foto: Getty Images

As “Pontes Cobertas”, conforme a tradução, formam uma bela paisagem em Estrasburgo. São pontes construídas no século 14 e que recebem este nome porque antigamente eram cobertas. Hoje, ainda possuem suas torres originais.

Quando visitar Petite France, vá até a Barrage Vauban, construída em 1690. Ela se tornou o principal ponto turístico para ter a vista perfeita das pontes e fotos incríveis de Estrasburgo.

Você pode subir normalmente sem pagar nada. É um passeio fácil e incrível entre o que fazer em Estrasburgo!

Passeio de barco

Passeio de barco em Estrasburgo

Foto: Getty Images

Essa é uma dica de o que fazer em Estrasburgo caso você tenha pouco tempo na cidade. O passeio de barco no Batorama (empresa responsável) percorre os principais pontos da cidade, por isso otimiza sua visita.

O trajeto dura 1 hora e é bem agradável, mas não aconselho a experiência em barco aberto no inverno. Outra vantagem é que ele vai além da parte mais turística, alcançando o Quartier Européen, por exemplo. Os ingressos custam entre 10 e 16 euros.

Cave Historique des Hospices de Strasbourg

Esse é um passeio curioso e você vai encontrar em poucas listas de o que fazer em Estrasburgo, por isso anote bem! A Cave Historique guarda “apenas” o barril de vinho mais antigo do mundo que se tem conhecimento até hoje.

E o melhor de tudo: a visita é gratuita. Eu adorei sair um pouco do roteiro tradicional e conhecer a cave de perto, principalmente porque fica no prédio de um antigo hospital.

Caso você queira, ainda pode pagar para fazer degustação de vinhos no local. Aliás, não se esqueça de que a região da Alsácia é famosa pela sua produção de vinhos, então que tal apostar em um tour?

 

Bate e volta em Kehl

Roteiro de 1 dia em Kehl, na Alemanha

Foto: Getty Images

É até um pouco engraçado chamar esse passeio de “bate e volta”, pois você pode fazer isso com o próprio tram. Ou seja, dá pra compra uma passagem normal do tram e descer na última parada em Kehl, na Alemanha.

Do centro de Estrasburgo até Kehl a “viagem” dura cerca de 20 minutos.

Embora a travessia seja rápida e fácil, este é um passeio mais indicado para quem tiver pelo menos três dias em Estrasburgo.

Em uma manhã ou tarde inteira você conhecerá boa parte do centro histórico de Kehl, que fica às margens do famoso rio Reno. Para ajudar no planejamento, separamos alguns pontos turísticos para incluir numa rápida visita a Kehl:

  • Marktplatz (praça principal da cidade);
  • Friedenskirche (igreja protestante);
  • Hauptstraße (rua comercial ótima para compras);
  • Wasserspielplatz am Rhein (playground aquático);
  • Weißtannenturm (torre de observação).

Outra dica para quem gosta de cervejas é tirar um tempo para experimentar alguns exemplares alemães. Depois, basta pegar o Tram de volta para Estrasburgo no mesmo caminho.

Quartier Européen

Parlamento Europeu em Estrasburgo, na França

Foto: Getty Images

Você não pode sair de Estrasburgo sem conhecer os principais prédios da União Europeia no Quartier Européen. O Parlamento Europeu (Parlement européen) fica em um belo prédio todo espelhado às margens do rio da cidade.

A visita é limitada, pois você não pode acessar muitos espaços, mas gratuita. Ela dura cerca de 1 hora e você encontra todas as informações no site oficial.

No local ficam também o Conselho da Europa (Conseil de l’Europe) https://visiting.europarl.europa.eu/fr/visitor-offer/strasbourg?dateFrom=2021-12-29e o Tribunal Europeu de Direitos Humanos (Cour européenne des droits de l’Homme).

Se você passar pela cidade em maio, é quando ocorre o “Dia da Europa”, com vários eventos culturais, esportivos e em comemoração às instituições europeias.

Parc de l’Orangerie

Parc de l’Orangerie, Strasbourg, France

Foto: Getty Images

O maior parque da cidade também está entre as dicas de o que fazer em Estrasburgo e não é difícil de entender os motivos. Ele tem 26 hectares, lago, mini zoológico, prédios que recebem exposições culturais e parque infantil, dentre outras atrações.

É o lugar preferido na cidade para um piquenique ou para esportes aquáticos no verão. Você pode inclusive alugar uma canoa e dar uma volta pelo lago. Há também quiosques para comer.

CITY PASS DE ESTRASBURGO

Caso você queira conferir várias atrações em Estrasburgo, como visitar a torre e o relógio astronômico da Catedral, conhecer os museus da cidade e fazer um tour de barco pelo Rio III, optar pelo City Pass da cidade pode valer bastante a pena.

Esse passe tem um custo de 22 €, é válido por 3 dias consecutivos, e inclui:

Gratuitamente:

• Visita a um museu
• Passeio de barco por Estrasburgo
• Visita ao relógio astronômico da catedral

Pela metade do preço:

• Visita a um segundo museu
• Passeio com o minitrem passando pelas principais atrações da cidade (de abril a outubro)
• Visita guiada (de acordo com o programa)
• Subida na plataforma da Catedral de Estrasburgo
• Visita ao Vaisseau
• Visita com áudio-guia pela Catedral e centro histórico

Para saber mais sobre o passe e entender se ele é vantajoso para você, confira mais detalhes na página de vendas.

ONDE COMER EM ESTRASBURGO

O que e onde comer em Estrasburgo

Foto: Le Tire-Bouchon

A gastronomia da Alsácia é muito característica, principalmente porque mistura referências francesas e alemãs. Além das típicas cervejas e vinhos, há alguns pratos de comida que você deve experimentar.

O prato mais típico é o flambée pie, que você encontra em praticamente todos os restaurantes da cidade. O chucrute e comidas árabes, como o kebab, também estão bastante presentes.

O Le Tire-Bouchon é um dos lugares mais típicos e renomados da cidade para comer. Não se pode esquecer dos queijos, que você encontra em especial no Le Muns’.

Porém, se você souber com antecedência que vai a Estrasburgo, não deixe de conferir a confeitaria Au Fond du Jardin. Você precisa reservar meses antes, pois é disputado, e o cardápio muda a cada estação. A decoração é maravilhosa, parece ter saído de um conto de fadas. A comida é simplesmente incrível e uma experiência gastronômica de primeira qualidade.

Baixe o mapa

Baixe o mapa das atrações indicadas no Google Maps e tenha todas as dicas na palma da sua mão durante a viagem.

Para ir além de Paris ao visitar a França, Estrasburgo é realmente um encanto e vale cada segundo do roteiro. Com doses de cultura, gastronomia, história e a magia do Natal, essa é uma das melhores cidades do país para se visitar.

Aproveite as dicas de o que fazer em Estrasburgo e se programe para uma viagem única. Seja um bate e volta ou alguns dias na cidade, você não vai se arrepender!

Tags:    

«
»